top of page

A Doutrina do Evangelho e as concessões humanas


"Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus.” (II João 1:9)


Às vezes, queremos ser mais radicais do que Deus, mas, muitas vezes, abrimos concessões que o Evangelho não nos autorizou. Quando o quesito é o Evangelho a responsabilidade dobra. Nós não temos como responder por Deus fora da Sua Palavra, contudo, uma fonte de heresia nasceu, da mais estupefata às softs e não faltam seguidores, porém o difícil é fazer discípulo em uma geração indiscipulável. O Evangelho de Cristo é a Boa Notícia para os que estão desalentados de espírito e, ao mesmo tempo, uma confrontação para aqueles que estão fazendo as rotas que a Palavra não respalda, por isso que João é veemente na doutrina e alerta a igreja para fugir desse nível de vida sem propósito.


“Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.” (II João 1:9)


Você pode imaginar os Apóstolos dos dias de Jesus, assim como os líderes do primeiro século, vendo a Igreja de hoje? Então, você pode imaginar a Igreja de amanhã? Se hoje já estamos assim, assustados, e com a preocupação dobrada, a Igreja do futuro falará somente o que agrada o coração.


“Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Por isso todos quantos já somos perfeitos, sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa de outra maneira, também Deus vo-lo revelará. Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo. Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam. Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.” (Filipenses 3:14-19). Por isso, devemos nos preocupar sim com o conteúdo maligno que muitos estão dando e a velocidade de informações sendo derramadas sobre os discípulos.


Se quiser uma geração diferente, precisamos plantar sementes para isso. Você me perguntaria, como? Bem, nós precisamos cuidar bem de nós mesmos e dos domésticos da fé, e não deixá-los caminhando por rotas suspeitas. A ação do homem mal está por todo lugar, e se nós não nos apercebermos, perdemos nossa geração diante dos nossos olhos. Na verdade, não temos como mensurar o tamanho da perda ética, moral e espiritual, pois nós que sabemos discernir entre o certo e o errado somos privilegiados, mas essa geração não tem esse filtro. Por isso, muitos estão fazendo descaminhos que depõem contra Jesus e Sua Palavra. _


“Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.” (II Coríntios 4:3-6)


Renê Terra Nova

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page