A FÉ comunica com o Futuro


“Mas o justo viverá pela fé; e, se alguém se retirar, a minha alma não tem prazer nele.” (Hebreus 10:38)


Os homens e mulheres de FÉ não retrocedem, tem a visão no futuro e investem sem medo no projeto que o Senhor tem para eles. Não existe um líder de FÉ que não tenha essa certeza de que as coisas trabalham a seu favor e que Deus, a seu tempo, responderá todas as perguntas do nosso coração. A coisa mais poderosa que nós possuímos é a FÉ e não podemos desperdiçar esse dom maravilhoso. Eu gosto do futuro, porque Deus vive lá, e todas as vezes que eu entro no futuro sou recebido por Ele. “Eu vi o futuro e decidi viver lá. Eu vi o futuro e fiz dele minha nova morada”. Precisamos identificar quem é o Dono do futuro e, em FÉ, nos relacionarmos com Ele.


Jesus é o Senhor do futuro e nós, que somos Seus filhos, devemos exercitar a FÉ e entrarmos nessa dimensão gloriosa, para que possamos ser por Ele aprovados e, claro, Sua graça nos consolidar nas necessidades que precisamos. Nós somos homens e mulheres de Deus, não somos de ontem, pois ontem não mais existe. Não somos do agora, pois não somos desse tempo, mas somos do amanhã, porque o futuro em Deus nos pertence, e temos direto a esse futuro repleto de esperança. “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o futuro que esperais.” (Jeremias 29:11)


Quem tem a FÉ trabalhada, tem o futuro assegurado. Eu sou fã incondicional dos homens de Deus que são possuídos de FÉ. Esses líderes de FÉ conseguem ver o futuro e apontar destinos para os que não avançaram ainda nessa dimensão. Os líderes de FÉ são incompreendidos, pois eles possuem um discurso de futuro que os filhos do passado não conseguem absorver. Mas o futuro que nós confessamos, e que tem bênção e milagres para nos entregar e, aqueles milagres que geramos no espírito, esses são um presente do Messias Yeshua, que governa tudo, que é o mesmo ontem, hoje e eternamente.


O futuro que nós possuímos não é um mérito nosso, mas uma bênção que o Senhor dá a quem é justo, que permite que Ele dirija seus passos. “Eu sei, Senhor, que não está nas mãos do homem o seu futuro; não compete ao homem dirigir os seus passos.” (Jeremias 10:23)

Renê Terra Nova

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram