A Geografia da Colheita, a que mais impacta o coração de Deus (5)


“Então, disse aos seus discípulos: A ceifa é realmente grande, mas poucos os obreiros. Rogai, pois, ao Senhor da ceifa, que mande obreiros para a sua colheita.” (Mateus 9:37,38)


Falarei um pouco sobre atitude, estratégia e foco. Se não tivermos atitude não seremos beneficiados na colheita. Às vezes, nos perguntamos como será a colheita dos últimos dias, pois são tantas pessoas que estão prontas, mas a acessibilidade ao coração se tornou um segredo. Embora o Evangelho seja o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, vemos que cada pessoa desenvolveu um código interno, e colocou fechaduras no coração que só uma palavra direcional revelativa poderá abrir esse espaço privado.


Ninguém invade o coração do homem, só Jesus pode, com Sua chave mestra e Seu toque reverencial, entrar no reduto. E nós, usando os códigos dos segredos do Evangelho, teremos similar êxito, pois o coração do homem é um território que só acessaremos se tivermos permissão; até Jesus bate à porta para não se tornar um invasor. Nossa atitude poderá tirar vidas das rotas de riscos e devolvê-las ao propósito. Vamos acessar o coração do pecador com a atitude de gentileza que Jesus usou.


“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei até ele, e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apocalipse 3:20-22)


Porém, para que essa colheita seja garantida não podemos esquecer do passo seguinte: Estratégia. Uma estratégia bem consolidada é a garantia de um resultado eficaz, pois revela segredos do sucesso para quem não perde tempo. Às vezes, gastamos muito tempo em um certo empreendimento, porque não temos uma estratégia. Não lograremos êxito se a estratégia não estiver bem elaborada. A estratégia é um sinal de responsabilidade de quem decidiu caminhar no êxito e não arriscar resultados, a estratégia demanda tempo para ser elaborada, mas reduz o tempo para ser melhor executada. Você pode avaliar os grandes líderes de êxito, eles não funcionam sem estratégia. Um bom agricultor, ele estuda o solo e capacita-o para lançar a semente, depois entra o processo de observar a terra até o crescimento estar em satisfação, e depois o amadurecimento para colheita. Quem nos ensinou a lei da colheita sem desperdício foi Jesus.


“Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram; e outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade; e outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram; e outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” (Lucas 8:5-8)


Não teremos o êxito necessário na grande colheita, se andarmos desatentos, como se a vida se movesse em um por acaso, por isso, devemos nos mobilizar no propósito para que não sejamos gêmeos de fracasso. Se você colocar FOCO na estratégia, com certeza, será a diferença na sua geografia. Se você desprezar as coisas básicas, será uma decepção para você mesmo. O foco é um convite para começar, continuar, insistir, persistir, lutar até alcançar. Sem o foco você deixará coisas importantes para trás, para serem substituídas por outras realidades que não lhe darão alegria de alma nem regozijo de espírito.


O foco também demanda muito trabalho, embora, elimina-se ricos. Jesus quem nos ensinou que devemos treinar pessoas para uma grande colheita, mas se nos faltam Atitude, Estratégia e Foco não chegaremos ao objetivo e vamos procurar culpados para nos auto vitimizar e para nos autossabotar. Precisamos ser treinados para a colheita dos últimos dias, pois somos os trabalhadores da última hora. Jesus nos manda orar para nascerem mais obreiros, e no trabalho da Sua seara, seremos recompensados. Mantenha o foco e você será abençoado pelo próprio Senhor. “E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor. Então, disse aos seus discípulos: A ceifa é realmente grande, mas poucos os obreiros. Orai, pois, ao Senhor da ceifa, que mande obreiros para a sua colheita.” (Mateus 9:36-38)

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo