A Geografia da Colheita, a que mais impacta o coração de Deus Parte 13


“E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor. Então, disse aos seus discípulos: A ceifa é realmente grande, mas poucos os obreiros. Rogai, pois, ao Senhor da ceifa, que mande obreiros para a sua colheita.” (Mateus 9:36-38)


A organização não é fruto do perfil psicológico, é resultado de uma educação orientada que ultrapassa gerações. Estive no Japão quase duas dezenas de vezes, e o que mais impacta naquele povo é a educação. Eles plantam no solo, no telhado e em qualquer lugar onde tenha um espaço de um metro quadrado, e um contribui com o outro protegendo a lavoura, e todos celebram a colheita. Existe uma festa linda chamada Sakurá que é quando as amendoeiras florescem na primavera; eles sentam embaixo dessas árvores e celebram a nova estação. O que faz esse povo colher em abundância? A organização, ou seja, a organização pela educação. Educar as pessoas é a ferramenta mais eficaz para que a prosperidade venha, por isso, é importante educar um aluno, e discipulado é fazer um aluno, um aprendiz. Não tem como prosperar se não plantar corretamente, e não tem como não ser desatado fazendo seu dever de casa. Os que se permitem ser educados serão a diferença na sua geografia, pois as pessoas educadas não desperdiçam resultado.


Por que Israel é a nação que exporta tecnologia agrônoma para todo o mundo? Você responderá: Porque tem uma promessa. E eu ratifico: É verdade! A educação e respeito pela colheita do povo israelense é modelo para qualquer nação de pequeno porte, assim como geografias poderosas em extensão, como o Brasil. Um povo educado será um norte da prosperidade para aqueles que não respeitam a lei do plantar e colher. Se você entende que toda verdade é paralela, e que nós podemos olhar a figueira como um sinal, a educação pela PALAVRA (TORAH) faz desse povo modelo e nos desafia a imitá-los. “E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores; quando já brotam, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão. Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto. Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Lucas 21:29-33)


Se nos deixarmos ser educados, sairemos na linha de frente para uma prosperidade jamais vista. As colheitas não são prósperas nas mãos de pessoas que subestimam o poder da organização e caminham sem ter atenção devida ao propósito que elas estão. Para isso, precisamos ser educados com mestres sobre nós para não incorrermos em mais erros do que esses que temos comentado. Esses estudos são uma forma de educar até para que a colheita seja devidamente respeitada. O sucesso da colheita, tanto do solo como geracional, está na forma como ensinamos nosso povo. “Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.” (Deuteronômio 6:5-9)

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram