A missão de Servir


“Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor.” (Mateus 10:24)


Quem funciona sem auxiliares? Quem poderá crescer ou desenvolver alguma coisa sozinho? Sabemos que SERVIR é uma missão, pois não se encontra no cenário da vida pessoas que sirvam sem motivações diferenciadas. Quem poderá julgar ou acessar o coração humano? Qual o conteúdo que cada pessoa possui para servir ao Reino? A questão não está no que a Palavra direciona no quesito Missão, mas nas vozes que destoam em relação ao chamado que Deus fez.


“Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor. Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor. Se chamaram Belzebu ao pai de família, quanto mais aos seus domésticos?Portanto, não os temais; porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se.” (Mateus 10:24-26)


Os servos precisam ser honrados e os que são servidos precisam entender esse mistério. Porém, existem medidas de justiça tanto para quem serve quanto para quem é servido. A missão é extensa, e o líder não pode se confundir na questão de orientar e conduzir os servos que possuem debaixo do seu legado. É o servo maior que seu senhor? Não! É o discípulo maior que seu discipulador? Não! É o funcionário maior que seu patrão? Não! Nem senhor, nem discipulador, nem patrão são maiores que aqueles que lhes servem, basta ao servo ser igual e não superior. “Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor.” (Mateus 10:24)


Nós que trabalhamos no discipulado, sabemos que orientamos uma Nação de SERVOS, porém a quem eles servem e a quem nós servimos? Se o entendimento for o de que somos servidos e que tudo é para nós, é um terrível equívoco, pois todos nós trabalhamos para um Rei e para o Seu Reino. “Tudo que façais seja para glória de Deus”.


Sabemos que os que servem, a seu tempo, têm ganhos materiais, emocionais e espirituais. Tudo que estamos produzindo para Deus precisa ter o peso da glória de Deus.


Os chamados entendem isso de coração aberto, os que estão sendo treinados que são servos no Reino vão ampliando o entendimento.


Ser servo é uma missão que aponta da Terra para o Céu e o Céu aponta o servo que serve. “Digo, porém, a consciência, não a tua, mas a do outro. Pois por que há de a minha liberdade ser julgada pela consciência de outro? E, se eu com graça participo, por que sou blasfemado naquilo por que dou graças? Portanto, quer comais quer bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus. Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à Igreja de Deus. Como também eu em tudo agrado a todos, não buscando o meu próprio proveito, mas o de muitos, para que assim se possam salvar.” (I Coríntios 10:29-33)


Renê Terra Nova

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil