top of page

Conquistando a Geografia por Fé


“Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.” (Hebreus 10:23)


Quanto vale cada geografia que você conquistou? Se você ativar sua fé, saberá quando ela vale. Exemplo: Seu casamento, seus filhos, sua empresa, seus negócios e outras coisas que têm peso de importância para você, quanto valem essas conquistas? Foram feitas de qualquer maneira, ou você ativou sua fé? Muitas vezes, não nos damos conta o quão conquistadores somos, nos autossubestimamos, ou não estamos com a consciência ativada de que as conquistas que fizemos são relevantes. Mas, o que fazer quando as fichas caem e descobrimos que o tempo está passando e não conseguimos conquistar aquela geografia tão importante? Vamos por a fé em operação? Correr atrás, lembrando que preciso fazer algo diferente. O que? Novas atitudes geram resultados novos. Tudo de que precisamos é de novas atitudes. As geografias não estão sendo ampliadas, porque muitos pararam nos processos de conquistas e não renovaram suas estratégias. Vamos renovar a fé?


Dê valor às conquistas que você já fez e respeite a grande obra que, pela fé, o Senhor já entregou nas suas mãos. Muitas vezes, colocamos o valor da nossa geografia nas mãos de terceiros, e não vamos ter sucesso, esperando que outro faça por nós. Alguns momentos de fracassos devem ser lidos como oportunidades para não errar de novo, consertar os caminhos, amolar o machado e cortar a próxima árvore, pois machados velhos não dão resultado na floresta. Vejo muito potencial em você, mas está guardado nas prateleiras da alma, e como que só você pudesse acessar para colocá-los para fora. Conheço muita gente, que entrou em cavernas e fica esperando o bolinho do anjo, mas está precisando de uma exortação, caso contrário, não acessaram o topo da montanha. Não é difícil conquistar geografias quando a determinação é maior que o desafio. Quando eu subo o Sinai, e já o fiz 52 vezes, eu coloco uma meta e me fixo na meta, e o Monte Sinai fica pequeno. Não podemos desejar conquistar geografias se não temos metas ousadas, caso contrário no primeiro obstáculo pararemos.


“Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa.” (Hebreus 10:22,23)


Quanto tempo de vida você tem? Quanto você já viveu? Quantos você acha que vai viver? Então, por que cruzar os braços? Você sabia que todo ser humano tem sorte? Quando ele trabalha, vê a sorte todo dia. Mas se cruza os braços é um azarado. Se você quer ver sua geografia conquistada e ampliada, comece a se movimentar com as mesmas estratégias e você terá os mesmos resultados. Com estratégias novas, você obterá resultados relevantes. Os que mais choram são os que menos fazem. Os que mais produzem são os que mais têm motivos para sorrir. Não fique esperando alguém fazer por você, colocar a mão no arado é princípio de Jesus para quem quer ter êxito no seu território.


“E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus. Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa. E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.” (Lucas 9:59-62)

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page