top of page

O DISCURSO BÍBLICO DA PROSPERIDADE - Parte 46


“Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza fôsseis ricos.” (2 Coríntios 8:9)



RACIOCINANDO A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE


É muito curioso quando estudamos a teologia de Jesus; é uma ação libertadora, tirando o homem do pecado, da ruína, da pobreza e da miséria. Para que um discurso libertador mantendo a pessoa no mesmo nível em que está? A visão do Evangelho é a mudança de nível! Você viu que na cruz Jesus levou as minhas enfermidades, dores e doenças, consequentemente, a ruína, pobreza e miséria. Você vê que a coroa de espinhos era uma alusão do território amaldiçoado e que o povo vivia nessa opressão, por causa do pecado de Adão e Eva, e consequências graves entraram no Planeta. Por isso que a natureza geme pelo dia da redenção. “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou; na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.” (Romanos 8:18-22)


Imagina o poder desta revelação: Que um solo aguarda por redenção! Nós somos o solo da credibilidade de Deus, quando o Senhor nos restaura, nossas vidas regeneram o espaço geográfico onde vivemos, pois somos uma autoridade legal de Deus, em Cristo Jesus. Você lembra o discurso de Jesus mostrando aos escribas, fariseus, saduceus e helênicos que eles não tinham percebido por que Ele veio? “Pelos seus frutos os conhecereis. É possível alguém colher uvas de um espinheiro ou figos das ervas daninhas?”. Jesus voltou ao tema da maldição, e o alerta foi para consertar as doutrinas que estavam distorcidas, e um dos discursos foi sobre os espinhos nos lugares ilegais, por causa do pecado daqueles que não respeitavam a Palavra e podem até levar Cristo a ser crucificado outra vez. O autor dos hebreus também trabalha essa visão de uma forma ímpar. “Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo. E provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do século futuro; e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus; mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.” (Hebreus 6:4-8)


O que podemos entender aqui é que o desafio é tirar a maldição do território contaminado pelo pecado. Assim diz certo teólogo: “Usando aquela coroa, Jesus transformou os espinhos num símbolo de sua “glória”. Como isto foi pungente, considerando que os espinhos representaram o desagrado de Deus, quando amaldiçoou a terra por causa de Adão e disse que, dali em diante, produziria espinhos. Usando aquela coroa, porém, Jesus transformou os espinhos num símbolo de sua glória, levou sobre si as nossas maldições”. Se a terra que pisamos está amaldiçoada, precisa de lavradores que sejam regenerados para que a prosperidade assista a geografia. Você já observou que quando o Reino de Deus chega em qualquer lugar, por mais árido que seja, há uma visível transformação? Isso é a remissão da terra, que só poderá ser restabelecida com alguém que entenda o poder da transformação territorial e transforme a pobreza em riqueza e a escassez em abundância. Você será usado para mudar a história do seu território, com estratégias poderosas que o Senhor ampliará na sua vida, para abençoar sua casa e, consequentemente, aqueles que convivem nessas geografias. Os lugares de espinhos e abrolhos serão transformados em territórios de prosperidade, pois a legalidade está na vida dos que nasceram de novo e estão em Cristo Jesus.

___


DEVOCIONAL JESUS, REI DE TODA TERRA


HONRA


Louvo a Deus pela sua fidelidade em abençoar minha vida sendo um primiciador assíduo.


PIX: primiciasap@gmail.com

___


CONGRESSO INTERNACIONAL


___


M12


Uma visão que treina lideranças para cumprir a missão e o _IDE_. #EuSouM12

___


FESTA DOS TABERNÁCULOS


Procure uma DESSAS AGÊNCIAS: Gaditas (19) 98167-1921, Viagem Perfeita (31) 99314-0201, Gurion (51) 99299-3707, Moriah (21) 98397-5452, Adventure (71) 98232-1693 e LINSÔAH (11) 96428-9293.


Renê Terra Nova

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page