top of page

O Evangelho do Reino e a restauração do seu povo


“Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados, para que venham tempos de descanso da parte do Senhor, e ele mande o Cristo, o qual lhes foi designado, Jesus. É necessário que ele permaneça no céu até que chegue o tempo em que Deus restaurará todas as coisas, como falou há muito tempo, por meio dos seus santos profetas.” (Atos dos Apóstolos 3:19-21)


Que expectativa fenomenal tinha e tem o povo de Deus, aguardando pacientemente pelo Messias no regresso da sua plenitude, pois sabemos que só Ele poderá restaurar todas as coisas. Quando falamos em restaurar, o que mais desejamos? A despeito de toda a intenção territorial, sabemos que a geografia mais desejada da restauração é a do nosso caráter, ou seja, a restauração da nossa alma. Vivemos em um século no qual a maioria está afetada por ansiedade e outros quadros clínicos, o adoecimento da mente está arrancando as pessoas do propósito central. Porém, vemos um desprezo por parte dos governantes em desejar ver essas vidas saudáveis, por isso a Igreja precisa PREGAR O EVANGELHO DO REINO, o que significa que muitos serão alcançados e seguramente transformados na conduta e modo de viver. Quando eu morei nos USA, o Senhor me deu uma palavra de restauração, ela é viva em mim hoje como se fosse ontem: “Voltem à sua fortaleza, ó prisioneiros da esperança; pois hoje mesmo anuncio que restaurarei tudo em dobro para vocês.” (Zacarias 9:12)


A palavra-chave para a restauração é arrependimento, metanoia, ou Teshuvah. Quando começou a pandemia, o Senhor me deu uma palavra: Que precisávamos entrar em arrependimento, e nossa conduta, até mesmo como crentes, precisava ser reparada. Fiz dezenas de LIVES, e recebi algumas críticas, e agora se admite que precisamos entrar em arrependimento, se desejamos ver nossas vidas transformadas. Em II Crônicas 7:14, o Eterno chama a atenção do Seu povo para um conserto, você conhece essa revelação. Porém, Jesus, quando começou a pregar o Evangelho do Reino, a ênfase foi, é e será o arrependimento, uma mudança de atitude e renascimento no espírito. Não tenho dúvida que nós vamos desfrutar de uma restauração para além do entendimento natural, porém vamos precisar assimilar a mensagem do Evangelho do Reino para não caminharmos na natureza natural, nos esquecendo do homem espiritual. A estatura de Cristo precisa ser desenvolvida em cada um de nós para que a vida de Deus domine nosso caráter. “Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.” (Efésios 4:13-15)


Ninguém pode ou deve pensar em uma rasurarão plena, isento do Evangelho de Cristo. É muita pretensão alguém querer gerar esforço próprio para tentar conduzir sua própria vida e ter resultados de excelência. Podemos até fazer conquistas materiais, mas uma pessoa só será plena, se entender no espírito o Evangelho do Senhor Jesus. Não é fácil ser restaurado, mas só o desejo de sê-lo já é um grande passo para que possamos alcançar. Estar nesse processo já é um presente do Céu, e quem logrou sucesso de vencer suas dores e dificuldades pelo Calvário deve celebrar diariamente essa vitória. Homens e mulheres restaurados serão a confiança da geografia onde vivem, a credibilidade aumenta e o respeito é resgatado. O Evangelho do Reino foi liberado da boca de Jesus, para que qualquer nível de ingerência espiritual seja demolida quando essa palavra penetrar no coração. Nosso desejo é de ser restaurado, a proposta do Evangelho do Reino é de consolidar esse sentimento. Essa realidade e desejo só serão possíveis mediante o arrependimento, não vamos ter restauração legítima com um falso arrependimento. “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e para que venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor.” (Atos dos Apóstolos 3:19)

Renê Terra Nova

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page