O Evangelho do Reino promove libertação - Parte 02


“Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais, deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se, porém, cada um para que também não seja tentado.” (Gálatas 6:1)


Às vezes, nem imaginamos a importância de restaurar uma pessoa. Quando Deus me chamou para essa obra, uma das coisas mais fortes foi o nome da nossa identidade – Restauração – porque viramos um atrativo na cidade, pois o nome – identidade – oportunizou a todos começarem uma vida nova, e foram milhares de pessoas atingidas e beneficiadas nessa proposta do Evangelho. Bem, a despeito do M12, já tínhamos a nossa linguagem e proposta de restauração, o Evangelho do Reino pregado na sua essência e no poder transformador de vidas. O M12 é uma proposta que oportuniza o indivíduo a ser transformado, pois quem é restaurado conhece melhor quem é Deus. “Restaura-nos, ó Deus! “Faze resplandecer sobre nós o teu rosto, para que sejamos salvos”. (Salmos 80:3)