top of page

O EVANGELHO E O REINO DOS CÉUS (Parte 8)


“O Reino dos céus assemelha-se a um tesouro escondido no campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o novamente. Então, transbordando de alegria, vai, vende tudo o que tem, e compra aquele terreno. A pérola de grande valor.” (Mateus 13:44)


Quando Jesus ensina que quem não nascer de novo não pode entrar no Reino de Deus, Ele está mostrando a nova natureza e como devemos absorver os princípios e as propostas elementares para sobrevivermos condignamente no Reino que Ele tem nos apresentado. No texto de João 3, Ele nos mostra que não basta ser mestre, ensinador da Palavra ou, até mesmo, um pregador eloquente, o que precisamos é ter a experiência do novo nascimento para que a nossa mentalidade de Reino seja instalada. As pessoas que chegam em outra geografia e não conseguem se inserir naquele contexto ficam debaixo de um estereótipo. Eu, quando morei nos Estados Unidos, uma das minhas maiores dificuldades era não ser fluente na língua; me adaptei rápido à cultura, mas a comunicação era deficitária. Precisamos entender que se não soubermos viver a proposta do Reino não lograremos êxito na visão que está sendo proposta por Jesus: Tem que nascer de novo (João 3).


Eu posso imaginar a frustração de Nicodemos, em ser um dos mestres da Torah, saber convencer pessoas, e agora um jovem de 30 anos confrontá-lo dizendo que o importante é o novo nascimento. Ele não entendeu! Essa palavra passa a ser chave para salvação de milhões de pessoas, pós-pregação de Jesus na residência desse homem. O encontro era sigiloso, mas foi tão contundente que esse ensino varou as gerações e hoje estamos aprendendo aqui que: “Quem não nascer de novo, não pode entrar no Reino”. Agora, observe esse discurso não está em dois lugares, foi direcionado a um MESTRE. Sabe por quê? Muitos de nós estamos querendo dificultar em doutrinas quando, na verdade, as coisas em Jesus são descomplicadas. Os homens, querendo explicar Deus, colocam regras humanas para que a visão do Rei seja aplicada. Jesus chega e desmistifica e, claro, dá os passos para que você possa ver e entrar no Reino. É fenomenal a facilidade do Evangelho de Jesus em querer mostrar que os homens complicam, mas Ele facilita. É a lei do vinde a Mim! “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11:28)


Jesus tem muito a nos ensinar e, claro, Seu Evangelho é muito fácil de ser vivido, se o novo nascimento estiver no nosso espírito. Porém, sem o entendimento de que somos uma nova criatura, tudo fica pesado e as regras humanas não facilitam para que as pessoas mudem, pois os ensinos humanos edificam a fé, mas o Evangelho de Jesus transforma as vidas. O que houve? O novo nascimento não é um patrimônio das nossas doutrinas criadas nas Escolas Teológicas, é um direito de quem entendeu o Evangelho de Jesus. Eu sempre colhi vidas para Deus, pregando o Evangelho da Salvação, e a novidade de vida que a Palavra nos promete, descomplicar é igual a colheita. Claro que não estamos isentos de problemas, mas com Jesus no nosso caráter a vida que Ele prometeu se cumpre, e suportamos as guerras que surgem no meio do caminho. “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33)

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page