O Homem de Dores mudou a História


“Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos.” (Salmo 119:71)


Não existe dor verdadeira que não provoque uma mudança radical. A dor tem uma proposta: Nos tirar do nível que estamos para outro nível. Uma dor física traz mudança no corpo, uma dor emocional traz mudança na alma, uma dor espiritual traz mudança no espírito. Quantas pessoas foram mudadas radicalmente em níveis diferentes por causa da dor que acompanhou sua história? Faça da sua dor sua causa, mas não fique paralisado por causa da dor.


“Porque para mim, tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.” (Romanos 8:18-21)


Existem dores que são corruptas, elas não são nossas, são dores clandestinas. Quantos de nós, às vezes, estamos passando por um processo de dor que não nos pertence, e ficamos nos perguntando: “Por que estamos nesse calvário?”. Então, Jesus fez isso, a dor que estava nEle era clandestina, não era a dor dEle, mas minha dor nEle. Nós que tomamos dor de filhos, parentes, amigos, discípulos, podemos ter uma leve impressão do que é uma parcial da dor. Agora, observe a dor imensurável que o Homem de Dores sofreu e sabia que não tinha nada a ver com Ele, a não ser o projeto que estava feito para que Ele tomasse o meu e o seu lugar. É admirável, como uma pessoa tão nobre pode assumir a culpa de alguém tão miserável de pecadores, como eu e você. A dor nos ensina a respeitarmos os decretos do Senhor. “Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos.” (Salmo 119:71)


Uma dor muda uma história. Não conheço nenhum processo de conquista na vida de qualquer pessoa que não tenha uma dor relevante por trás de tal êxito. Alguns negam, mas quem suou a camisa, ou enfrentou as arenas, sabe que não foi fácil chegar até aqui, e como a conquista é um bálsamo para as dores que foram somadas no processo. Você que está lendo esta devocional, deve estar lembrando de como foi doloroso chagar até aqui. Então, para Jesus ser o Senhor de todos e resgatar a todos, Ele tomou a dor de TODOS, para que se cumprisse esta Palavra:


“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53:4,5)


Renê Terra Nova

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram