O Homem do Calvário tirou minha mágoa


A mágoa está como semente maligna que gera as raízes de iniquidade. Dificilmente você vai ver uma pessoa magoada e bem-sucedida, pode até ter dinheiro, mas não tem paz; e quem tem só dinheiro não tem nada, pois a paz não se vende em farmácia. As pessoas magoadas são infelizes e, ao mesmo tempo, não celebram valores que outros conquistaram. A humanidade está presa nesse sentimento, e não sabe como se comportar no meio social onde vive. O mais grave é que muitos se dizem conhecer o Evangelho, mas não conseguem domar seus sentimentos, são explosivos e, ao mesmo tempo, rancorosos. Às vezes, entramos no nosso secreto com Deus e o Espírito Santo nos lembra que estamos contagiados com a mágoa, e nos ordena a limpar esse sentimento tóxico. “E, quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial perdoe os seus pecados. Mas, se vocês não perdoarem, também o seu Pai que está nos céus não perdoará os seus pecados.” (Marcos 11:25,26)


A mágoa é um pecado. Eu falo que a mágoa é o veneno que bebemos, esperando que o outro morra. Uma pessoa magoada perde o brilho dos olhos, o sorriso dos lábios, a alegria do coração que deixa o rosto formoso, e o regozijo do espírito. Se sou extraído desses benefícios, o que posso fazer para ser restituído? Perdoar! O perdão é uma das maiores riquezas que podemos guardar no cofre do coração. Vejo muita gente com tanto potencial para avançar na vida, mas travada, por causa das mágoas contidas na mente. A mágoa gera ira, e a ira, sentimentos de vingança. A mágoa pode gerar um líder insensato que não tem mais direção para lograr êxito nos seus caminhos. “Não permita que a ira (mágoa) domine depressa o seu espírito, pois a ira (mágoa) se aloja no íntimo dos tolos.” (Eclesiastes 7:9)


Como eu introduzi: A mágoa é uma semente maligna que vai se enraizando até sufocar o coração. As ciladas de Satanás são muitas, mas os livramentos do Senhor são constantes. Quantos laços de passarinheiros o Senhor já desarmou para nós? Porém, essas sementes das trevas não podem encontrar repouso na nossa mente. Imagine que Jesus levou as nossas dores, doenças e enfermidades lá no Calvário. A MÁGOA estava lá, e já foi extraída na CRUZ, porém a nossa velha natureza quer revisitar o passado nos prendendo em sentimentos ruins, e nos esquecemos de que a cruz nos projeta para o futuro, e temos alívio em Jesus. Se sairmos dessas raízes de iniquidade, com certeza entenderemos o plano do Calvário e caminharemos mais livres no projeto que o Filho do Homem conquistou para todos nós. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contamine.” (Hebreus 12:14,15). O problema é que a MÁGOA é contagiante, não fica só em nós, intoxica todo nosso contágio social. Olha o tamanho da nossa responsabilidade! Vamos nos valer do Homem do Calvário para sermos sarados da mágoa e perdoarmos aqueles que nos feriram. Isso será um favor para eles que nos feriram e uma cura para nós que perdoamos.


Renê Terra Nova

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram