©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil

Opressão, a estratégia de OSE para paralisar liderança



“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para pregar o Evangelho aos pobres. Ele me enviou para proclamar a libertação dos aprisionados e a recuperação da vista aos cegos; para restituir a liberdade aos OPRIMIDOS.” (Lucas 4:18)


Hoje, possuir uma mente saudável é o maior patrimônio que um ser humano possa receber. É uma forma de estendermos a Deus nossa gratidão por mantermos nossa sanidade em ordem. Isso é um milagre! Muitos estão dentro de quadros bipolares e outros, com diagnósticos ainda suspeitos. A Igreja precisa tratar essas questões com mais responsabilidade, não perdendo suas funções libertadoras, pois essa é a chamada da Igreja; é isso que faz com que nossa missão aumente no assistencialismo e no socorro imediato com esses que vivem debaixo de opressão.


A opressão é uma porta aberta para demônios, assim como para escravizar a alma do povo. Uma geração oprimida perde sua perspectiva e seus sonhos são anulados. Não são loucos aqueles que saem desnudos pelas avenidas, esses têm problemas mentais, a loucura discutida aqui é a de pessoas socialmente habilitadas para convivência, mas que as atitudes depõem contra toda e qualquer realidade de um ser comum, ou na normalidade.


São distúrbios psíquicos, que vão acumulado reações que levam pessoas ao descrédito e, ao mesmo tempo, existe uma ameaça territorial. É como se a geografia que vivemos estivesse ameaçada e uma atmosfera de medo possuísse nosso ambiente. Não é fácil conviver com pessoas que não estejam emocionalmente saudáveis. Que credibilidade tem um indivíduo que você desconhece a reação diante de alguns fatos, e se torna avesso a toda e qualquer abordagem?


Lideranças em peso, seja institucional, política, secular e, até mesmo, eclesiásticas estão vivendo essa opressão. Deus tem uma atenção especial para os oprimidos, pois Ele sabe que os mesmos sofrem de incapacidade reativa, não respondem pelos seus atos. “Porquanto, ele liberta os oprimidos que clamam por socorro, assim como os pobres que não têm quem lhes preste auxílio.” (Salmo 72:12)


A opressão traz céus pesados e promove a depressão, é como se não tivéssemos forças para lutar e trevas invadissem nosso território. Quantos líderes lindos, debaixo desse espírito, vivem angustiados, sem forças para lutar e cheios de mazelas, como se todos fosses culpados das suas “derrotas” ou “fracassos”. É como se a autorresponsabilidade não fizesse parte da sua história. A opressão é uma oportunidade que esse principado de OSE tem para anular as questões mais relevantes das realizações profissionais, seculares ou eclesiásticas. É como se todos os dias uma sentença de trevas quisesse nos arrancar do propósito central.


Hoje, como líderes maduros, precisamos diagnosticar esses ataques para que nossa geração seja responsavelmente cuidada e, na autoridade que nos fora conferida, tirarmos esses espíritos malignos do nosso território. Nossos discípulos precisam ser melhores assistidos e nossa MISSÃO de curá-los deve ser maior do que o poder de criticá-los. Será uma ação poderosa e veremos nosso povo fora desse jugo.


“Tu, SENHOR, ouves a oração dos necessitados; tu lhes fortalecerás o coração e atenderás ao seu clamor.” (Salmo 10:17)


Renê Terra Nova

10 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram