top of page

Sem a Graça não temos graça


Quando eu era bem jovenzinho, um Pastor me disse: “A Graça sem a graça não tem Graça”. Ou seja, falar da Graça de forma pesada e colocar temperos na Graça, não é o conteúdo do Evangelho de Cristo. Isso mostra que nós precisamos estar antenados com o discurso da Palavra e os exageros que estão sendo convocados, e as concessões que estão inserindo no discurso bíblico. Na minha época, para alguém ser crente tinha que renunciar três coisas: O mundo, a carne e o diabo. Hoje, muitos ignoram o diabo, se associam com o mundo e se alimentam da obra da carne. Uma geração sem pais espirituais em que um robô se tornou mentor e instrutor para que a autoridade espiritual fosse eliminada da vida deles. Jesus chama de geração perversa, que nega a chamada, desvia do propósito e condena a todos que andaram em santidade.


“E, ajuntando-se a multidão, começou a dizer: Maligna é esta geração; ela pede um sinal; e não lhe será dado sinal, senão o sinal do profeta Jonas; porquanto, assim como Jonas foi sinal para os ninivitas, assim o Filho do homem o será também para esta geração. A rainha do sul se levantará no juízo com os homens desta geração, e os condenará; pois dos confins da terra veio ouvir a sabedoria de Salomão; e eis aqui quem é maior do que Salomão. Os homens de Nínive se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; pois se converteram com a pregação de Jonas; e eis aqui quem é maior do que Jonas.” Lucas 11:29-32)


Amo esta geração! Acredito que o Senhor tratará com aquele poder que fora ensinado: “Onde abundou o pecado, super abundou a graça.” Acredito na restituição geracional, e que o Senhor não permitirá que esta geração fique debaixo de vergonha. Eu sou um líder que ouço pessoas, mas nos últimos 5 anos, os relatos que chegam ao meu escritório ou “gabinete” são tão estarrecedores que, às vezes, eu me pego pensando e chorando, perguntando ao Senhor o que aconteceu com esta geração, onde satanás viu o argumento para distorcer a mente e estimular a carnalidade em níveis que Sodoma e Gomorra ficam constrangidas?! É uma geração diferente, que mesmo que nós tentemos acompanhar a velocidade deles ficamos para trás, mas nessas velocidades nós não enxergamos comportamentos que nos orgulham, mas nos envergonham.


“Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.” (Romanos 5:20,21)


Jesus nos deu um alerta acerca da geração. Na verdade, a preocupação de Jesus era com a sua geração. Agora, se naquela época Jesus tinha alertado a perversão do seu povo e todo tipo de confusão de identidade da sua gente, como está o coração do PAI, vendo nosso povo, independente da faixa etária, caminhado rumo à perdição, com conceitos e culturas que envergonham até o depravado, e com a conduta dos filhos de Laodiceia, que não se posicionam na visão espiritual, e serão vômito do intestino da Igreja, um vômito lançado pela boca de Jesus. Uma geração diferente, que muita coisa ensinada foge de toda e qualquer ministração que o Mestre nos alertou. Meu receio é que esta geração esteja nessa sentença:


“E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.” (Mateus 12:43-45)


Renê Terra Nova

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page