Ser servo, não senhor


”Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” (I Coríntios 15:58)


Precisamos aprender a depor o senhorzinho que está sentado no reino da alma e devolver o lugar ao Senhor do propósito. É muita gente mandando e pouca gente produzindo. Os que mais criticam são os que menos têm resultado. Os donos das ideias também são os da solução. Se todos na Igreja souberem usar as ferramentas certas (pessoas alocadas nas suas capacidades) avançaremos em 12 meses o que não produzimos em décadas. Muitos são preciosos, mas estão subutilizados por falta da dinâmica administrativa de colocar cada um na sua habilidade para que possam correr bem mais velozes e terem resultados bem mais satisfatórios.


Isso trata dois benefícios:


1. Um para quem se encontra na sua chamada e desenvolve suas funções com agradabilidade.

2. O segundo benefício para os que geraram expectativas nos resultados.


Não é fácil colocar as pessoas nas suas funções. Por que? Porque elas acham que sabem mais que as outras e têm uma competição desnecessária para um resultado frustrado. Até mesmo dentro das nossas competências administrativas e ministeriais (chamada) temos essas dificuldades assimiladas.


Por que tanta crise? Porque o HOMENZINHO interior, senhorzinho de tudo, não cresceu na estatura da medida de Cristo. Que medida é essa? O PODER e o PRAZER de SERVIR. Cada um no seu lugar, executando bem o que o Senhor nos mandou fazer, seja da função mais simples no Corpo de Cristo à funções ministeriais dentro do Reino.


A visão do Apóstolo Paulo consiste em mostrar a nossa funcionalidade e disposição para fazer a obra, sem perdermos a visão de Corpo. Quem serve a Deus, por Ele é servido; quem entrega seus dons para Deus, recebe multiplicação das suas habilidades. Se Ele nos chama, Ele nos capacita, seja para uma boas-vindas ao povo de Deus, seja para ser um ministro do Evangelho, se não tiver o DOM DE SERVIR, não conseguirá conquistar o coração do Senhor.


“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.” Efésios 4:11-16)


Renê Terra Nova

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil