top of page

UMA IGREJA NO MOVER DO ESPÍRITO SANTO - Parte 37

“... Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Zacarias 4:6b)


Estamos vivendo dias de avivamento nos quais o mover do Espírito tem governado o caráter da igreja. E embora estejamos na era da multiplicação do pecado, a graça está vindo em abundância para salvar nossa gente (Romanos 5:20). Veja que Abraão teve suas intempéries, mas venceu nove reinos diferentes, com principados influentes que dizimavam pessoas, geografias e bens; a briga era por território, você sabe que a reivindicação era por vidas, tanto que o rei de Sodoma exigiu que VIDAS fossem dadas a ele. Era uma reivindicação do bem mais precioso que existe. Eu e você, que lutamos no mundo espiritual, sabemos que a disputa é por almas.


“E o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas, e os bens toma para ti. Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra, jurando que desde um fio até à correia de um sapato, não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu; para que não digas: Eu enriqueci a Abrão; salvo tão somente o que os jovens comeram, e a parte que toca aos homens que comigo foram, Aner, Escol e Manre; estes que tomem a sua parte.” (Gênesis 14:21-24)


Um líder que se move no Espírito não negocia sua descendência. Uma das preciosidades que temos é ver pessoas saindo das mãos de Satanás e, literalmente, o que Jesus disse se cumprir, de que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja (Mateus 16:19,20). O que isso significa? Que as vidas, uma vez libertas, não deixarão o adversário voltar para o território da alma nem influenciar o histórico da nova vida em Cristo, pois Ele, pela Sua autoridade, nos fez diplomatas do Seu Reino.


“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.” (2 Coríntios 5:17-20)


As batalhas são pertinentes quando envolvem vidas, pois a vida vale mais que todo o Universo. “Uma alma é algo de valor tão elevado que as fortunas da Terra inteira juntas, não seriam suficientes para comprar a vida eterna e para livrar da morte. Pois todos podem ver que os sábios morrem, como morrem os loucos e os insensatos, e as suas riquezas serão para outros.” (Salmos 49:8-10).


Então, o que nos faz entrar em batalhas? VIDAS? Ninguém terá um território ampliado na legitimidade, se perdeu o interesse pelo bem maior, vidas. Vidas são o tesouro de Deus para que as geografias ganhem honra e respeito. UMA ALMA VALE MAIS QUE TODO O UNIVERSO (Lucas 15:7).


O seu nível de comprometimento com as vidas tem feito a diferença no território ou você está sendo movido por outros interesses? Essa é a resposta que mais vale para você que lida responsavelmente no mundo espiritual.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page