top of page

UMA IGREJA NO MOVER DO ESPÍRITO SANTO - Parte 38

Atualizado: 14 de fev.


“... Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Zacarias 4:6b)


Não podemos viver achando que a vida é uma poesia, estamos em constante guerra. Jonh Kelly disse: “Se você não está em guerra, crie uma!”. Ninguém será um vencedor olhando a guerra dos outros, só seremos exitosos vencendo nossa própria guerra. A exemplo de Abraão, vamos aprender a guerrear para extensão de territórios e consolidação das geografias que já conquistamos. David Yonggi Cho disse: “Eu perdi muito tempo cuidando de territórios alheios, até Deus colocar meus olhos no território que Ele me confiou”.


A sedução de olhar o que o outro está fazendo nos desconcentra do que temos que fazer. Se você focar três anos na sua geografia fará a diferença que todos precisam e terá testemunho como referência, mas se só contemplar a guerra que está no seu território, até o “rei de Sodoma” virá buscar as “vidas” que você conquistou. A ousadia do adversário é estarrecedora. “E o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas, e os bens toma para ti. Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra.” (Gênesis 14:21,22)


Quem estará nessa sensibilidade de não firmar pacto com o rei de Sodoma? Qualquer líder que não tiver a visão espiritual e o mover do Espírito na sua vida vai se intimidar com a presença de um rei poderoso onde sua tenda está estabelecida. Observe: Quem salvou esse rei das mãos do inimigo foi Abraão, e o tirou, literalmente, de um BURACO.


“Na Batalha de Sidim, uma grande força imperial saqueou Sodoma, levando várias pessoas cativas incluindo Ló e, também, vários despojos. O povo e seus bens foram resgatados por Abraão, Bera o Rei de Sodoma que havia escapado da batalha se escondendo em um buraco”. Mas, o rei de Sodoma queria as vidas por causa de um detalhe: O povo se parecia com ele na conduta e no caráter. Veja o que Abraão fez: O rei de Sodoma foi até Abraão e propôs que ele ficasse com todos os bens materiais e que devolvesse apenas o povo. Abraão generosamente responde que não ficaria com um fio sequer.


“Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra, jurando que desde um fio até à correia de um sapato, não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu; para que não digas: Eu enriqueci a Abrão; salvo tão somente o que os jovens comeram, e a parte que toca aos homens que comigo foram, Aner, Escol e Manre; estes que tomem a sua parte.” (Gênesis 14:22-24)

Como é importante ter discernimento de Espírito.


Abraão não quis ficar com aquele povo, que inclusive Ló volta para lá, pois a distorção de caráter e perversão poderiam contaminar seus guerreiros. Você vê em Gênesis 18:16-33 o diálogo de Abraão com o Senhor para salvar a pele de Ló, que poderia ficar com o tio depois da guerra, mas preferiu voltar para o meio daqueles a quem o seu caráter se assemelhava. A história é assim, às vezes, queremos manter ao nosso lado o intratável, e segurar na nossa geografia os rebeldes. Mesmo Abraão tendo êxito de tirar Ló de Sodoma, o Senhor não permitiu Ló voltar para casa de Abraão.


“E aconteceu que, destruindo Deus as cidades da campina, lembrou-se Deus de Abraão, e tirou a Ló do meio da destruição, derrubando aquelas cidades em que Ló habitara. E subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas.” (Gênesis 19:29,30)


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page