Uma Missão dada à Igreja


“Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.” (Isaías 40:1) Somos consoladores! Precisamos manter nossa voz de apascentamento; não é fácil essa missão, mas é um legado que se estende à Igreja: Consolar. Porém, em meio a tanta tribulação, nos sentimos mais na dependência de ser ajudados do que de ajudar. É como se nossas forças fossem drenadas e nós estivéssemos entrado em um tornado que não nos desse paz na tempestade. Porém, eu sei que os ventos sopram e por mais que eles sejam fortes, passam, por mais que sejam ameaçadores, não nos vencem, pois estamos na cobertura de El Shaddai, que lança fora toda maldição. Uma das coisas mais difíceis na vida é uma escola sem professor, é uma sociedade sem mestres. Nesta lição que estamos passando juntos, precisamos do auxílio do Alto e de Profetas que sinalizem o tempo novo de Deus na nossa direção, pois os homens comuns não sabem o que responder nos dias difíceis. Porém, toda crise sinaliza uma abundância e aponta para um destino glorioso no qual podemos desfrutar, se soubermos fazer o dever de casa. Já está apontando uma luz lá no fundo do túnel, onde a esperança de um novo amanhecer ressurge e a promessa do Senhor mostra que estamos na rota certa e fazendo nossa tarefa como deveríamos: . Amando mais nossos parentes; . Cuidando mais da nossa casa; . Vendo o ser humano com outros olhos; . Desejando pedir perdão das coisas que não fizemos; . Assumindo nossa posição de liderar as áreas que estavam enfraquecidas e que pra muitos já havia perdido valor; . Sendo devolvidos no amor de Deus e, claro, amando as pessoas que passam pelas nossas vidas. Ainda há muita coisa por ser reorganizada. “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: Que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor. Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito.” (I João 4:7-13) De todas as gerações que já passaram pela Terra, mesmo na era dos bárbaros e dos cultos mais horrendos a deuses estranhos, nenhuma geração teve mais problemas que a nossa. Invadidos por sistemas e conceitos pervertidos, os nossos jovens precisando mais de Deus que antes, os adultos debaixo de espírito humanista... é como se, de fato, nos faltasse forças. Daí a necessidade do poder de Deus em nossas vidas, de termos uma voz tão potente que saibamos que não é nossa, de consolidarmos e consolarmos esta geração com o poder da Palavra em nossos lábios e, claro, a disposição de pagar preço. E mesmo sabendo que muitos não aceitarão nossa direção, outros tantos estarão com os ouvidos atentos para ouvirem o que Deus brada para o Seu povo.


“Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. Todo o vale será exaltado, e todo o monte e todo o outeiro será abatido; e o que é torcido se endireitará, e o que é áspero se aplainará. E a glória do Senhor se manifestará, e toda a carne juntamente a verá, pois a boca do Senhor o disse.” (Isaías 40:3-5)) Renê Terra Nova

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil