top of page

Ampliando a geografia da minha mente (Parte 11)


“De sorte que haja em vós a mesma MENTE que houve também em Cristo Jesus.” (Filipenses 2:5)


A mesma MENTE que houve em Cristo Jesus. Como assim? Nossa mente é nosso tesouro, o que poderá existir de mais relevante do que uma mente sarada? Essa geografia poderosa, conhecida como mente humana, armazena informações que podem nos fazer um líder de êxito, ou um indivíduo fracassado. As informações corretas são a bússola para um destino de êxito, assim como uma informação incorreta pode nos levar a rotas desastrosas. Por isso, todos nós somos os principais responsáveis pelos nossos conteúdos, assim como, se nós somos autoridades sobres pessoas, devemos produzir os princípios que reformatem a mente dos que estão trilhando por caminhos perigosos. Uma informação errada pode levar seu cérebro a produzir reações químicas que podem depor contra sua própria vida e não permitir que você seja o projeto sonhado por você mesmo, ou ser a versão de um nobre no território onde vive, por causa dos desencontros de comunicações. Quem ama sua mente se importa com conteúdos favoráveis a seu futuro.


“Como são preciosos para mim
os teus pensamentos, ó Deus! Como é grande a soma deles! Se eu os contasse, seriam mais
do que os grãos de areia.
Se terminasse de contá-los,
eu ainda estaria contigo.” (Salmo 139:17,18)


Quando não guardamos nossos pensamentos, estamos dizendo que qualquer vento pode soprar na nossa direção e, como um barco à deriva, chegarmos em qualquer destino. Mas quando nos responsabilizamos com o nosso conteúdo, estamos autorizando que somente o princípio nos governe. Não podemos nos distrair com essa geografia de conteúdo divino, TEMOS A MENTE DE CRISTO e o inimigo deseja arrebatar as sementes boas plantadas no solo da alma, e lançar uma semente que perturbe nossa conquista. Esse foi um dos ensinos de Jesus na Parábola do Semeador, sobre o quanto precisamos vigiar quando se faz noite no nosso território; os inimigos noturnos são os mais perniciosos.


“Quando uma pessoa escuta a mensagem do Reino, mas não a compreende, vem o Maligno e arranca o que foi semeado em seu coração. Estas são as sementes que foram semeadas à beira do caminho.” (Mateus 13:19)


Uma mente que não se cuida, certamente é uma geografia vulnerável, a qual será saqueada facilmente. Jesus colocou um alerta para essas sementes que não são adequadamente plantadas, sobre os imprudentes que não observam o solo nem se responsabilizam com o resultado promissor. Tudo que você ver, ouvir e reproduzir é sua responsabilidade. Temos a obrigação de cuidar da mente e, ao mesmo tempo, observar os invasores que, sutilmente, investem para nos destruir. Parece um alerta aleatório, mas se fôssemos mais prudentes não estaríamos administrando tantos problemas. Hoje, uma pessoa que cuidou do território da mente, dessa geografia CARA, se tornará, ou se tornou líder, e será respeitado entre aqueles que os ouvem. Nem você nem eu valorizamos os emocionalmente falidos nem os discursistas sem prática, não é verdade? Ninguém ganhará respeito se não trabalhou a sua alma nem vigiou contra os adversários que estão semeando joio. Então, vamos com mais responsabilidade valorizar essa geografia e não deixar que adversários avancem no nosso território com sementes que depõem contra nosso projeto de vida. Leia Marcos 4:1-9!

93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page