Ampliando a geografia da minha mente (Parte 13)



Existe uma promessa da parte de Deus. Qual? Amplia o lugar da tua tenda e o toldo da tua habitação. Bem, aquilo que eu vejo é o que eu tenho, aquilo que eu falo é o que eu vou ter. Eu preciso ver e falar para que se materialize. Esses dias, estudando a Palavra, eu vi a fidelidade de uma promessa e a sustentação da promessa no discurso. Quando vemos, com certeza, teremos. Antes de você adquirir qualquer coisa no plano físico, você precisa ver no mundo espiritual, e antes de você receber você precisa falar, até para ter respaldo no seu testemunho. Um dia, eu estava sentado com um colega (me lembro dos detalhes dessa conversa) e ele disse:


“Serei Pastor de uma igrejinha linda”, falou de forma carinhosa, e descreveu como seria. Eu disse: Eu fecho os olhos e vejo uma multidão. E terei e serei líder de uma grande Igreja. Bem ele tem hoje, literalmente, o que ele viu e declarou, e eu, por misericórdia, tenho uma multidão e a Igreja que declarei, vi, cri e falei. Você precisa antever e profetizar. É assim que a geografia é ampliada. “Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas.” (Isaías 54:2)


Quando eu não conhecia esse mistério, ficava em crise com algumas teologias; normal. Um dia, na aula de filosofia da religião, o professor falou: “Assim como Platão via e declarava o que via, precisamos ver as coisas que queremos antes e declarar se queremos ter”. Imagina a cabeça de um seminarista, ouvindo isso de um mestre. Quando li a quarta dimensão de David Yonngi Choo, nunca mais fui o mesmo. Os que não me ajudavam a realizar esse sonho, eu, solenemente, me afastei deles, e os que criam nos meus sonhos, nos aliamos. Hoje, vocês sabem do resultado, chamei à existência. “Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem.” (Romanos 4:17)


Tudo que cremos, devemos confessar, foi assim que os homens de Deus sobreviveram seus desertos e mudaram suas vidas, fazendo esse exercício espiritual, retendo firme a confissão de esperança. As batalhas contra a geografia da alma não são fáceis, e a nossa atitude diante dos ataques são fundamentais para que mantenhamos a nossa mente saudável. Quando você vir algo tentando roubar seu coração e as promessas de Deus na sua direção, como você reage? Será que você é daqueles que se abate ou reage confessando a promessa? Mesmo que as circunstâncias estejam mentindo, Deus dará a você uma geografia ampliada e uma mente extremante saudável. “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.” (Hebreus 10:23)

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram