A Doutrina do Evangelho e a Doutrina de Cristo (Parte 09)


Falar da doutrina de Cristo é mostrar o que Ele ensinou e como Ele se comporta diante das situações mais simples às mais complicadas, desde um Eu também não te condeno, vá em paz e não peque mais, a um discurso frente a Pilatos, e dizer: Eu sou a Verdade!. A conduta de Jesus é a maior nobreza de um líder que já pisou neste Planeta. É exatamente isso que estamos precisando, bons testemunhos sobre quem eu sou em Cristo e quem é Cristo em mim. Cristo em mim é a esperança da glória.


“Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória; a quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Cristo Jesus; e para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.” (Colossenses 1:27-29)


A doutrina de Cristo é a manifestação da vida de Deus no caráter de quem nasceu de novo e pode viver a plenitude de Cristo aqui na Terra. Sei e admito que não é fácil, é um murro diário na carne, para que a vida de Deus possa ser aparente nos passos que damos. O esmurrar a carne é uma tarefa constante em um morrer diário. Você já se pegou observando o quanto você cresceu e a vida do Pai hoje rege sua história? Eu estava me avaliando esses dias, o quanto mudei, não por um esforço humano, mas por uma decisão na direção do Divino, e mostrando como pela graça de Cristo Jesus e Suas Escrituras Sagradas, nossa história tem um outro conteúdo, e a doutrina do Reino pode mudar piamente a história de um líder que renunciou sua vida aqui, para desfrutar das grandezas do Reino, que nos oportuniza a identidade de povo de Deus.


“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia.” (I Pedro 2:9,10)


Se deixar ser doutrinado na doutrina de Cristo é como se permitir ser domado dos seus impulsos e não oportunizar a rota da carne fazer história na nossa nova vida. É por demais maravilhoso viver a vida de Deus; só quem desfruta poderá testemunhar do tamanho da libertação e cura que nos alcançou e, claro, proporcionou que andássemos nessa novidade de vida, deixando que Cristo Jesus seja o Senhor das nossas vidas. Essas são as delícias de Deus para que o bom testemunho da Sua Palavra seja nosso maior patrimônio. Como lhes disse, Jesus foi provado em todos os níveis e não abdicou do direto de ser quem Ele é e de nos ensinar quem devemos ser.


"Então, você é rei!", disse Pilatos. Jesus respondeu: “Tu dizes que sou rei. De fato, por esta razão nasci e para isto vim ao mundo: para testemunhar da verdade. Todos os que são da verdade me ouvem.” (João 18:37)


Renê Terra Nova

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo