Ampliando a Geografia da alma (Parte 5)


Quando estamos inebriados na mente, não conseguimos ver o tamanho da conquista que está preparada para nós. O adversário conhece as estratégias de distrações. As geografias são cobiçadas por inimigos imperceptíveis, e a forma de nos paralisar é colocando uma névoa na mente, para que fiquemos imobilizados no processo de conquista. Uma semente errada, plantada na mente certa, é suficiente para atrasar um processo e comprometer o propósito. Veja: Uma semente de dúvida poderá ser o trunfo do inimigo para anular possibilidades de consolidação territoriais. Você já sabe que a mente é nosso patrimônio, porém só uma pessoa poderá cuidar dessa geografia tão importante: Nós mesmos! A mente é o lugar de onde vem as ideias, mas também pode ser uma fonte de enganação, caso confiemos apenas em nossos próprios sentidos.


“Quando esse tempo chegar, diz o Senhor, farei com o povo de Israel esta aliança: Eu porei os meus princípios na mente deles e no coração deles as escreverei. Eu serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.” (Hebreus 8:10)


Quero dar um alerta: O nosso cérebro é o lugar onde organizamos nosso pensamento, sede das nossas emoções. Os pensamentos se adiantam de acordo com os comandos que damos para a mente. Mas, muitas vezes, os pensamentos e as intenções podem ser distorcidos, por causa das sementes que deixamos plantar no solo da alma, pois não conseguimos entender as coisas que vemos. Existem batalhas que não detectamos, e podemos ser visitados inesperadamente. Se não estivermos blindados, perdemos territórios e contaminaremos nossa nobre geografia.


“Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; e calçados os pés na preparação do evangelho da paz; tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.” (Efésios 6:14-18)


Estamos em uma batalha! Ou nossa mente se torna sede, ou celeiro de sementes boas, ou passaremos a vida lutando de forma desnecessária, sem êxito nos processos de batalha. Decida o que coloca na mente, ou fique lamentando por resultados não desejados. Precisamos usar a arma da oração e pedir graça ao Senhor para superarmos o dia mal, pois nossa mente poderá ser enfraquecida diante de batalhas, e a geografia da alma se tornar um campo minado para o adversário. Pelo poder da PALAVRA, que é a semente mais poderosa que existe, poderemos ter uma mente liberta que nos faz crescer em entendimento e sabedoria, e nos tornarmos guardiões dessa geografia nobre chamada mente de Cristo em nós.


“Pois, quem dentre os homens conhece as coisas do homem, a não ser o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece as coisas de Deus, a não ser o Espírito de Deus.” (1 Coríntios 2:11)


Renê Terra Nova

0 visualização0 comentário