Conhecendo o Poder de Jesus


“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.” (Mateus 28:18)


Jesus tem todo poder de levantar Seu Nome e humilhar todas as obras das trevas. Se nós, como Igreja, nos apossarmos desse direito, principados, potestades e demônios não resistirão ao Nome de Jesus. Nossa missão é árdua, mas estamos protegidos diante desse Nome e seremos por Ele orientados a vencer toda a obra do mal. Quem poderá resistir o Nome de Jesus? A instrução de Jesus é firme:


“E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar em serpentes e escorpiões, e sobre toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.” (Lucas 10:17-20)


Todo século tem um esfriamento de fé, mas ao mesmo tempo desponta um avivamento. Há muito tempo, a Igreja estava precisando experimentar um novo derramar de Deus, mas não sabia como viver isso. Com a visitação da Covid – um desafio horrendo para cientistas e profetas, todos foram apanhados de surpresa, com raríssimas exceções, e começou um clamor coletivo (global), e vimos que os céus se encheram de misericórdia pelos filhos dos homens, e se instaurou um mover de salvação excepcional, onde milhões de pessoas aceitaram a Jesus, outras voltaram para os caminhos do Senhor e as que estavam firmes na fé receberam renovo.


O clamor chegou até aos céus! O avivamento não para, mas quando Ele, o Espírito Santo, Agente do avivamento legítimo, chega diante de nós, a medida de pecado cai e a santidade vem, o compromisso de caráter é muito mais amplo, e começamos a esboçar a vida plena que Jesus nos ensinou (João 10:10). O mover de Deus é completo e se manifesta com arrependimento; o pecado não reina mais sobre aqueles que foram regenerados pelo calvário.


“Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.” (Romanos 5:20). Nenhum ser humano, por mais preparado que seja, será capaz de se salvar a si mesmo e obter méritos pelas obras das suas mãos; pela graça nós fomos salvos. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2:8-10)


Renê Terra Nova

61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram