Evangelho da Luz (2)

Atualizado: 20 de set. de 2021


“Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” (II Coríntios 4:4)


Ainda falando sobre esse vasto assunto, gostaria de desafiar você a entrar nessa dimensão do ensino de Cristo, para que possamos ter uma vida de conexão uns com os outros e, principalmente, nós mesmos com os Céus. O Senhor nos ministra que somos LUZ para este mundo. Você imagina o tamanho de trevas existentes e que somos chamados para ser luzeiros no meio dessa perturbação?! A cada dia que passa nossa responsabilidade aumenta e nossa forma de andar fica mais cobrada por aqueles que andam conosco ou que nos observam. Há tanta carência de bom comportamento no mundo que só nos resta cumprirmos o mandamento que Cristo nos ensina: “Vocês são a luz do mundo e o sal da terra”, como está escrito: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5:14-16)


O problema é que muitos escondem essa candeia, e não deixam que a luz do Evangelho seja intensificada em suas vidas. Temos sido enxovalhados de conceitos antibíblicos que perturbam a mente dos fracos na fé e roubam a visão dos que desejam se firmar no caminho. Esses dias, eu vi um jovem influente dando conselhos para outros jovens, e ele dizia que tudo é permitido, desde que não doa na consciência... e ensinava a tatuar, a beber e a se relacionar com quem quiser. “Somos livres!”. Essas são assinaturas de Satanás para descredibilizar o Evangelho de Cristo. O mesmo Jesus que diz: “Eu te amo!”, é o mesmo que diz: “Eu não vos conheço, apartai-vos de mim malditos para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.” Então, no Evangelho de Cristo existe uma negação, um esmurro na carne e um odiar o mundo com suas concupiscências. Viver nessa luz não é fácil, mas é possível. Seremos desafiados à morte todos os dias. “Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” (Romanos 8:36,37)


Vamos aprender a viver como filhos da luz. Nós não temos o conteúdo das trevas nem devemos nos mover por sendas que pervertam a essência do Evangelho de Cristo em nós. Por isso devemos nos abster de toda e qualquer aparência do mal, nos desapegar das obras da carne e nos desafiar a andar e nos mover debaixo da luz, pois quando estamos na luz podemos eliminar qualquer sentença se Satanás e humilhar o império das trevas. “Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas. Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite. Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele. Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis.” (I Tessalonicenses 5:4-11)


Renê Terra Nova

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo