top of page

Geografia da COLHEITA, a que mais agrada o coração de Deus (4)


“Então, disse aos seus discípulos: A ceifa é realmente grande, mas poucos os obreiros. Rogai, pois, ao Senhor da ceifa, que mande obreiros para a sua colheita.” (Mateus 9:37,38)


Me lembro de um Seminário que se transformou em um Encontro de final de semana com o tema: “Meu nome é colheita!”. Por que adotamos essa identidade? Por causa do propósito, mostrando a vida de José que nasceu e cresceu com a visão de colheita, quando ele tem o sonho dos feixes de trigo, e como o Senhor lhe mostrou o futuro. Creio que você sabe dessa história, que resultou em José ser o maior administrador da história, ajudando nações a se recuperaram da grande seca, e Faraó ser transformado no rei mais poderoso, por causa desse jovem. “Teve José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais. E disse-lhes: Ouvi, peço-vos, este sonho, que tenho sonhado: Eis que estávamos atando molhos no meio do campo, e eis que o meu molho se levantava, e também ficava em pé, e eis que os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho.” (Gênesis 37:5-7)


Nós somos resposta de uma colheita pensada nos Céus que se manifestou na Terra e nos fez herdeiros de uma grande promessa. Quando eu vejo você nesse cenário de conquista, o que mais edifica meu espírito? Saber que sou o alvo do Céu, que me acertou em cheio aqui na Terra dos mortais. Não conheço ninguém que seja nascido de novo, que não tenha obtido a visão tremenda de responder esse chamado, trazendo vidas para o Reino. Deus não nos salvaria para enfeitarmos cenários, Ele nos convocou para sermos agentes de transformação territorial e, claro, uma geografia onde a presença dEle seja constante nos ambientes que transitamos. “Então, disse aos seus discípulos: A ceifa é realmente grande, mas poucos os obreiros. Rogai, pois, ao Senhor da ceifa, que mande obreiros para a sua colheita.” (Mateus 9: 37,38)


Quando entendemos o tamanho da missão que nos foi dada, não existe desculpa para não ser executada. Ser uma geografia onde a glória de Deus habita já é muita bênção para um reles mortal. Agora, qual a geografia que mais interessa ao Senhor? O lugar onde sua Palavra é pregada e vidas recebem libertação, cura, restauração e são restituídas pelo poder do Evangelho. Se existe uma geografia preferencial do Senhor é exatamente o lugar onde a Palavra é pregada, Jesus é exaltado e a manifestação da salvação se faz visível. Nós, que fomos alcançados, não podemos ignorar que as pessoas estão a um passo da eternidade sem o Senhor. Nós, que fomos ministrados, vamos plantar, nessa geografia, a semente que dá um destino feliz aos que são alcançados, ou seja, o direito de serem salvos e acessarem a eternidade. O Evangelho precisa ser pregado e vivido na sua intensidade. “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” (Mateus 24:14)

_

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page