top of page

Jesus, Nome acima de todo nome


“Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; e sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.” (Efésios 1:21-23) Jesus é o Autor da vida! NEle podemos conquistar tudo que a Sua Palavra assegura e nos apossar de todas as coisas que o Seu poder nos libera.


Não existe nada mais poderoso do que a libertação. Muitas pessoas conhecem Jesus, mas não se deixaram ser libertas; outras, foram libertas, mas voltaram aos seus caminhos tortuosos, como cães que voltam a comer o vômito. Isso faz com que muitos se escandalizem com o Evangelho e coloquem em tropeço os fracos na fé. Como poderemos levantar o Nome que está acima de todo nome com tantos que se dizem da fé caminhando por rotas totalmente obscuras?


Vejam este alerta: “Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, recebendo o galardão da injustiça; pois que tais homens têm prazer nos deleites cotidianos; manchas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco; tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição; os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça; mas teve a repreensão da sua transgressão; o mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta. Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva. Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro, prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo. Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.” (II Pedro 2:12-22)


Se essa palavra não lhe faz tremer nem seus olhos desejarem a luz da verdade, já existe contaminação na fé e, claro, corrupção no caminho. Para que o Nome de Jesus seja levantado, precisamos de nascidos de novo e não religiosos, habituados aos Cultos e viciados em Templos. “Ah, que saudade da Igreja!”. Isso é para dar satisfações sociais e não para edificação da própria vida. Uma gama de vaidade tem tomado o coração de muitos que até são sinceros na fé, mas não têm forças para vencer o pecado. Então, o que fazer? Levantar o Nome de Jesus. Mas, precisamos estar conscientes de que invocar esse Nome é desbaratar as trevas, porque não há comunhão entre trevas e luz.


“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.” (II Coríntios 6:14-19)_. Nossa missão para transformação do mundo é: Levantem o Nome que se nomeia acima de todos os outros nomes: JESUS.


Renê Terra Nova

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page