Lealdade na memória do Justo



Você lembra a última vez que você ouviu sobre: Fidelidade, Lealdade e Honra? Pois é! Esse discurso de formação de identidade é da Visão. Possa ser que outros o façam, mas nós somos o primogênito, ou saímos na linha de frente. Comecei esse discurso em Julho de 1991.


Não é fácil formatar uma identidade e trazer a vida de Deus com os Seus princípios para os territórios, as pessoas estão obstinadas em fazer o que querem e caminharem alimentando seus pensamentos contrários ao princípio. Por isso, encontramos uma geração tão enferma.


Nós mesmos nos flagelamos tendo pensamentos “tolos” e não trabalhando o princípio, como deveríamos. É como se as informações paralelas nos atraíssem e perdêssemos a noção do que o céu brada sobre nós. “Minha Lealdade ultrapassa as nuvens.” Isso mostra a dimensão e a extensão da fidelidade de Deus em não nos deixar sem a boa referência. “A transgressão do ímpio diz no íntimo do meu coração: Não há temor de Deus perante os seus olhos. Porque em seus olhos se lisonjeia, até que a sua iniquidade se descubra ser detestável. As palavras da sua boca são malícia e engano; deixou de entender e de fazer o bem. Projeta a malícia na sua cama; põe-se no caminho que não é bom; não aborrece o mal. A tua misericórdia, Senhor, está nos céus, e a tua lealdade chega até às mais excelsas nuvens.” (Salmos 36:1-5)


Os cursos e seminários sobre lealdade são de muita importância, mas se a pessoa tem o DNA degenerativo não absorve. Eu vejo muitos pais de família, profissionais maravilhosos, empresários, homens de negócio, líderes “santos” que já receberam muito conteúdo de LEALDADE e HONRA, mas não mudaram suas atitudes; continuam inadimplentes nos princípios, porque não têm sedimentação de HONRA. Eles precisam de libertação e reformatação neural. Na vida desses, a lealdade escapa pelos dedos como água rio abaixo.


Não há esperança? Sim! Mas é preciso deixar a mente ser reconstruída para que o conteúdo de Deus encha suas vidas com uma nova modelação de pensamentos, pois com conceitos paralelos a libertação não se manifesta. “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco.” (Filipenses 4:7-9)


Não há como um justo, com memória abençoada, abortar um ensino tão poderoso. Nós não podemos deixar que sementes contrárias nos tirem do foco da honra. Veja: A LEALDADE do Senhor ultrapassa as nuvens, não havendo limites para semear milagres na nossa vida, pois nós somos seres humanos, temos direitos às nossas crises, mas nosso dever é preservar os princípios.


Essa lealdade é um pacto diário com Deus e conosco, pois estamos sempre passando pelos testes de caráter; faz parte da formação e crescimento. Todos os dias acordamos desafiados a ser leais a Deus e à Sua Palavra e, claro, que isso é externado no poder da liderança, daqueles a quem o Senhor levantou para nos abençoar. As lutas nunca vão encerrar, faz parte do processo de formação, da nossa estatura em Cristo. Por isso, nós precisamos, como justos, ativar nossa memória de homens e mulheres leais a Deus e à sua Palavra, assim como estender essa LEALDADE na direção daqueles que estão de prontidão para nos abençoar.


Como justos, devemos manter esse foco e nossa memória ser ativada, pois alguém que decide introjetar na mente esse discurso, com certeza está trazendo a vida do justo e nosso padrão de vida será melhor e maior que tudo quanto já se somou em nós.


Parabéns por ser leal!


Renê Terra Nova

6 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil