Lealdade um teste diário


Quando mergulhamos na visão da Lealdade e caminhamos na rota da honra somos desafiados todos os dias. Quem não tem lealdade de caminhar com outros também não possui lealdade de caminhar consigo mesmo. Os leais se aprovam. Para alguns é uma tortura ser LEAL, porque, na verdade, tem uma raiz de iniquidade que ainda não foi vencida. Costumo dizer que quando uma pessoa toma uma decisão que é surpresa para alguns, e se torna escandalosa para outros; essa pessoa que tomou essa decisão já havia criado raízes, e não trabalhou adequadamente a questão interior e foi surpreendida por ela mesma. O pecado da deslealdade é uma iniquidade que significa “transgressão da Lei de Deus!” Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, quebra os princípios e violenta a chamada. Claro que as pessoas têm “direitos” de fazerem o que querem, mas o dever de colherem as consequências indesejáveis também é uma realidade. A iniquidade é o código de Satanás para gerar desleais. Porque o pecado é a transgressão da lei. “Assim como também toda iniquidade é pecado que quer dizer “injustiça, ou deslealdade”. “Toda injustiça é pecado” e a deslealdade não é julgado pelo que eu penso, não é feito do que eu interpreto, por trás de cada iniquidade tem uma consequência. “Toda a iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte. Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo jaz no maligno.” (I João 5:17-19) O princípio da LEALDADE me faz ver com maturidade as guerras que eu enfrento. Esses dias de PANDEMIA, fazendo uma reflexão do que eu interpreto como desleal pra mim, fui muito ministrado em realidades que jamais pensaria que Deus ainda me lembraria de tais coisas. Porém, nada em que eu me sentisse condenado ou infrator de princípios, mas aquilo que poderia ser interpretado como rotas desleais daqueles que quebraram os códigos de honra comigo; isso é legítimo. Esse gatilho veio, porque, mesmo em época de pandemia, afastamento social e reclusão domiciliar, por força de falsos decretos, eu consegui ver alguns deles, em encontros não programamos; não presenciais. Porém, eu sei que Deus está lidando com nosso caráter e nos treinado para algo melhor. Porém, todos que caminham ao meu lado, sabem que prezo por lealdade e absorvo muito rápido os códigos de honra. Não foram só desenvolvidos em mim e no ministério, faz parte do DNA. Nós sairemos mais tratados PÓS-PANDEMIA, não por causa dela, porque esse vírus é maligno, letal para muitas pessoas, ele é destruidor, ela saqueia financias de nações e destrói fam