Minha mente, uma geografia desejada pelo Senhor (Parte 2)


“Farei tremer todos os povos. E todas as nações (geografias) virão àquele que é DESEJADO por todas as nações (geografias).” (Ageu 2:7)


Esses dias estamos estudando sobre uma GEOGRAFIA DESEJADA. A pergunta básica é: Quem é essa geografia? Sou eu, é você, e são todos que se dispõem a viver a vida de Deus. Observe: Agradar ao Senhor tem uma lei de recompensa. Ele dará tudo que o coração deseja (Salmo 37:4). Forte essa verdade! Nós precisamos intensificar o que queremos, mas não podemos fazer nada sem cumprir princípio. Uma das coisas mais terríveis na vida de uma pessoa é quando deseja algo e usa as ferramentas contrárias aos objetivos, ou desejos do coração. Quando criança, eu queria que meu pai me desse um sapato, e alguém “experiente” me disse: Mostre desinteresse que ele dá a você. Se mostrar desejo, ele não vai lhe dá”. Bem, o resultado não foi bom; não tive o sapato e ainda ganhei um outro calçado que jamais desejei. Seja específico no desejo do seu coração.


“Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade. Porque cedo serão ceifados como a erva, e murcharão como a verdura. Confia no SENHOR e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado. Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele o fará. E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia.” (Salmos 37:1-6)


Eu preciso externar o meu desejo. Mas não posso mostrar desprezo por aquilo que eu gerei no meu espírito. Todo deserto é um útero profético para nascer um oásis. É dessa forma que vamos avançando e mostrando que somos capazes, em Deus, de trazer nossos sonhos e objetivos para a realidade, gerando no mundo espiritual. Vocês sabem que Moisés levou o povo a desejar uma terra que eles nunca tinham visto, ou pisado nem jamais pensavam na possibilidade de viver nela, por vários motivos. Eram escravos, estavam debaixo de uma opressão que não permitia que pensassem, ou tivessem a possibilidade de romper com seus ‘Egitos’ particulares. Então, Moisés reativou uma promessa e os levou a sonhar. Bem, o resultado você já sabe, uma libertação completa das mãos de Faraó e o direito da geração se apossar da Terra Prometida.


“E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus.” (Deuteronômio 28:1,2)


Se você não deseja, você não terá. Se você não trabalhar a geografia da sua alma, não ativa a estrutura de sinapses que geram conexões poderosas, mudam pensamentos e desatam novos sonhos dentro de você. O problema é passar a vida ouvindo outros líderes que não ajudam você a avançar e que só mostram universos que os comuns enxergam até se estiverem sozinhos. Precisamos de mentores, preceptores, discipuladores, líderes apontadores de novos destinos, para que possamos nos desafiar a novos sonhos e chegar a lugares que uma mente comum jamais pensou em pisar.


A geografia da nossa alma é um celeiro onde podemos plantar qualquer semente, mas quando encontramos semeadores responsáveis, com certeza, seremos uma surpresa agradável e desejada nos territórios onde vivemos. Deseje! Se agrade dEle, e Ele satisfará tudo que está no seu coração. Essa promessa está viva e não podemos abortar o que foi destilado na nossa direção. “Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.” (1 Tessalonicenses 4:1)

0 visualização0 comentário