Minha mente, uma geografia desejada pelo Senhor (Parte 8)


“Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.” (1 Coríntios 2:16)


Nesta série, nosso objetivo é despertar a sua mente; são muitos invasores. Se nós fôssemos identificar todos os inimigos que tentam nos seduzir, e colocam pensamentos perturbativos na nossa alma, iríamos perder a conta. Somos observados o tempo todo. Eu não sei se você já teve a sensação de que está sendo, o tempo todo vigiado, é como se tivessem montado um observatório para nos monitorar. A Palavra diz:


“Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão bramando, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.” (1 Pedro 5:6-9)


O mundo espiritual não dorme, existe uma atenção dobrada nas ações dos santos, e por pertencemos a Deus e sermos sua geografia predileta aqui na terra, somos desejados o tempo todo. Você sabe quanto vale uma queda de um homem de Deus no mundo espiritual? Somos valorosos! Não nos pertencemos a nós mesmos, por isso que precisamos dobrar a guarda e lutar com armas legítimas, pois todo território tem dono, não existe geografia solta. Somos desejados sim, por isso precisamos fazer guerra, se quisermos nos manter intactos contra as hostes da maldade.


“No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” (Efésios 6:10-12)


Somos desejados sim, e a estratégia do inimigo é nos tirar do Senhor – coisa que não pode acontecer – e nos seduzir para o império das trevas. Como, se nós já saímos de lá? “O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados.” (Colossenses 1:13,14). Observe de onde fomos arrancados. Então, seria um triunfo para Satanás, uma geografia totalmente de Jesus, ser invadida por uma ação maligna, na tentativa de nos roubar do Senhor e, claro, perverter esse território sagrado que somos nós.


Os níveis de batalhas são diferentes, para cada nível de unção uma guerra com estratégias específicas. Você sabe o nível de batalha que enfrenta, e como o adversário quer roubá-lo de Jesus. E mesmo com a promessa de João 10:27,28, que ninguém seria arrebatado das Suas mãos, nós podemos abdicar da promessa e fazer nossa própria escolha. Somos uma geografia desejada, não podemos dar vantagens para o adversário.

122 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo