top of page

O Entendimento da GRAÇA


O Evangelho da GRAÇA não foi inventado por homens, foi a visão que Deus criou para comunicar Sua misericórdia na direção do ser humano. O homem, desde o Éden, ofendeu o Criador; um plano precisava ser traçado para tirar a criação de Deus da humilhação. Não foi fácil para o Criador oferecer Seu Filho como paga dos pecados da humanidade. Esse amor constrange e nos leva a entender o tamanho da GRAÇA que está liberada na nossa direção.


Deus tem sido tão gracioso conosco e com toda humanidade, que a forma que Ele encontrou para mover o homem na direção dEle foi traçando o plano da GRAÇA. Somos salvos e alcançados pela GRAÇA; não é esforço humano, é dom de Deus. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2:8-10)


Por mais que desejemos alcançar o entendimento dessa GRAÇA, do favor imerecido de Deus na nossa direção, ficaremos devedores, pois o amor de Deus é tão incomensurável que nossa interpretação sobre o poder da GRAÇA ficará escassa. Deus criou esse projeto fabuloso para nos abençoar e nos dar o direto de termos a vida dEle e raciocinarmos por princípio bíblico. Imagina alguém que alcançou o entendimento da GRAÇA libertadora, que muda radicalmente o estilo de vida e oportuniza ser um líder social com o conteúdo da vida de Deus vivendo e sentindo Sua natureza?!


Na mentalidade comum é uma loucura alguém conseguir pensar em linha com a Palavra de Deus e ter uma conduta segundo Seus princípios, pois é de comum natureza o ser humano viver na esfera desse mundo sem se conectar com o Sagrado, e quando vê alguém desfrutando dessa GRAÇA maravilhosa fica escandalizado com o novo nascimento, que está à disposição de todos.


Entender a GRAÇA na mente natural é loucura. Por isso na Igreja de Jesus tem tantos julgamentos e interpretações sobre a GRAÇA, uma delas que pela GRAÇA somos absolvidos de tudo e que nossa vida pode “desfrutar” do que quiser. Na verdade, o Evangelho da GRAÇA nos tirou de cadeias e prisões, e agora querem nos colocar de volta nas prisões e nas cadeias, facultando no universo dos homens aquilo que o Reino e Sua palavra não admitem. Um evangelho que não nos liberta e nos dá oportunidades de viver pecando não é o Evangelho que Jesus pregou nem a visão da Graça ensinada pelo Apóstolo Paulo e pela Igreja.


“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado.” (Romanos 6:1-7)


Renê Terra Nova

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page