O Evangelho da Luz (3)

Atualizado: Set 20


“Falando novamente ao povo, Jesus disse: Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida.” (João 8:12)


Esse discurso de Jesus motiva o homem de Deus a se mover na luz. Tanta coisa escondida na vida de homens e mulheres de Deus, precisando que o Senhor jogue luz nas situações de trevas, até para que os relacionamentos sejam sarados. Tenho experiência de caminhar com pessoas que julgava no meu coração que elas eram idôneas nas suas atitudes. Depois de um tempo, revelando o caráter, era de estarrecer o nível de conduta de alguns deles. Claro que a maioria dos que caminham conosco tem uma conduta ilibada, e todos nós, indistintamente, precisamos ser tratados em alguma área, porém, se não traz para luz, a libertação não alcançará nossas vidas. Nossa disposição, quando decidimos viver o Evangelho de Cristo, é mantermos o testemunho da verdade de Deus no nosso histórico. “Aquele que diz estar Nele também deve andar como Ele andou”.


Ter a luz da vida é viver a essência do evangelho de Cristo e desfrutar da libertação e cura que só Jesus promove. Como podemos ter a LUZ da vida confessada no nosso dia a dia e os contatos de trevas acessarem tão velozmente a alma do povo? Claro que existe uma distância entre o discurso e a prática. Hoje, se surpreendemos alguns nos seus smartphones, com uma apreensão, ficaríamos perplexos, desde à conversa vã nas suas mídias, assim como acesso às suas tendências pecaminosas. Estamos vivendo em uma geração na qual oportuniza pecar e estimula a rebeldia. O que fazer? Daniel já dizia que Deus nos desse a revelação da estação e dos tempos para que tudo viesse a luz: “E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos. Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.” (Daniel 2:21,22)


Na minha experiência pastoral, já vi muitas pessoas que eram possuídas de trevas e hoje são filhos da luz e se comportam como tal. Também já tive a experiência inversa, de ver pessoas que, de fato, tinham a vida de Deus e se deixaram ser possuídas de trevas. Vocês sabem que nosso inimigo era um anjo de luz e hoje é o senhor das trevas. Notoriamente, podemos ver que o alvo de Satanás é perverter a mente dos fiéis e promover um mal testemunho no caráter dos que nasceram de novo para tentar descredibilizar o Evangelho do Reino. Porém, nessa guerra entre luz e trevas, claro que o Evangelho da Luz de Cristo sairá vencedor, pois a ideia das trevas em prender a mente, incredulizando os fiéis, será vencida pelo poder da Palavra de Cristo. _“Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” (II Coríntios 4:4)


Renê Terra Nova

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram