O Evangelho e o Rei do Reino


Não se pode falar do Reino de Deus sem ter que envolver o Rei do Reino. Na verdade, Ele é o Dono de tudo, e por Ele todas as coisas subsistem. Nós, possuídos de culturas amenas, que não têm como ser comparadas com a cultura do Reino, muitas vezes, ficamos no comparativo e não nos amoldamos na proposta que o Rei nos fez. Que proposta é essa?


“Arrependei-vos pois é chegado o Reino de Deus.” O Reino é rico e com os princípios que são inegociáveis. Quando nós estamos conectados com esses valores do Reino, não só mudamos, mas todos que estão ao nosso redor, também, mudam. “E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do reino de Deus, e dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no Evangelho.” (Marcos 1:14,15)


O Evangelho do Reino é a maior riqueza que se pode ministrar. Imagina uma pessoa que está em trevas e, de repente, é resgatada para o Reino da luz. Essa pessoa traz consigo a bagagem do testemunho e poderá fazer resgates de vidas, mostrando o poder de Cristo Jesus na vida dela. Tenho testemunho de muita gente que vivia uma vida medíocre, e o Evangelho do Reino transformou o histórico de cada uma delas. Por isso, que a ordem do Rei do Reino foi: “Sejam minhas testemunhas!”.


“Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel? E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder. Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.” (Atos 1:6-8)


Não creio em uma vida que diz que nasceu de novo e não traz nessa bagagem a essência do Evangelho. Não somos comuns, temos a vida de Deus em nós, somos exatamente o que a Palavra diz que somos. Uma nova natureza foi nos dada, e uma nova vida foi nos oferecida. Claro que sair do clã de súdito para a posição de nobreza não é fácil, pois estamos na tradição da mente de escravo para a mente de Cristo. Muitos não entenderam a doutrina do Reino, mas a missão do Messias é reformatar nossa mente e gerar em nós a vida de Deus, fazendo de um escravo um livre, de um perdido um encontrado, de um súdito um príncipe. Esse poder transformativo só o Rei do Reino pode fazer, nos oportunizando ser diferentes para fazer a diferença. Se você entrar nessa visão do Rei, seguramente que todos que estão lhe observando verão o padrão do Reino no seu caráter.


“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.” (II Coríntios 5:17-20)



Renê Terra Nova

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram