O governo dos sentimentos


"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.” (Filipenses 2:5)


Somos compostos de sentimentos, uns bons e outros ruins. E o ser humano é catalizador de sentimentos desenfreados à natureza humana, e isso pode levá-lo a uma série de problemas que não são fáceis de serem administrados. E o maior deles é a Ansiedade, que se tornou uma matriz para demais sentimentos na essência humana.


Quando o Apóstolo Paulo tem a ousadia de convocar os fiéis a nutrirem o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, temos que observar quais são esses sentimentos. Veja o tamanho da responsabilidade que é colocada sobre as costas de alguém que, verdadeiramente, nasceu de novo: Cultive os mesmos sentimentos que Jesus carregava dentro dEle.


Quais são esses sentimentos? São sentimentos que vêm com uma narrativa de condicionais, mostrando que se eu possuir tais verdades, com certeza a ansiedade não me dominará. “Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.” (Filipenses 2:1-4)


Você vai até questionar que é difícil, mas vai ter que admitir que é possível, essa lista não é para enfeitar o papel da Bíblia é para tratar o caráter de quem crê na Palavra. Treinar nossa fé para que a ansiedade não nos domine é um dos maiores sentimentos de conquista territorial que podemos lograr, pois a maioria de nós está expert para dar conselhos a terceiros, mas não está tendo condições de administrar uma crise interna. Nosso exemplo é nosso melhor remédio. Temos lidado diariamente com problemas nossos e dos outros, mas quando a questão é interna nos mostramos frágeis. Vamos cultivar o mesmo sentimento que houve em Cristo, saber enfrentar o processo da cruz, para que, na hora certa, possamos ser honrados por Ele.


Não sei qual o seu problema, mas garanto a você, pela Palavra, que você não precisa desenvolver ansiedade nem se manter ansioso por causa disso, pois Jesus vai dar a saída muito maior e melhor que o seu coração anseia. Vamos aprender a governar nossas emoções!


Renê Terra Nova

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram