Os MILAGRES Verdadeiros


“E, pondo-se a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou diante dele, e lhe perguntou: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” (Marcos 10:17)


Nesta devocional, eu quero conversar com você sobre duas interpretações de milagres, que está em Mateus 19:16-22. É interessante ver que o jovem rico pergunta a Jesus o que fazer para herdar a vida eterna. E ao ouvir a resposta de Jesus sobre guardar os mandamentos, ele se diz praticante dos princípios ensinados pela TORAH. E o que me chama a atenção é que depois que Jesus deu a instrução para ele, de viver uma vida plena, ele sai triste e pesaroso.


O maior milagre na vida daquele homem era entender o tamanho do Reino e não a sugestão que Jesus deu a ele, porque na verdade Jesus queria ensinar que esse homem tinha outros valores como primeiro pilar no caráter dele. Tal atitude deixou os discípulos em estado de choque, pois as condições colocadas ali eram tão grandes que confrontaram a doutrina dos discípulos.


Bem, o Senhor quer que tenhamos uma vida de prosperidade e abundância, e não podemos ter essa vida dissociados dos princípios. É um choque! Ninguém vai viver um milagre pleno abortando os princípios básicos. Aqui temos uma luta grande entre dois milagres, o milagre verdadeiro e o milagre falso. Você questiona: “O milagre falso?”. SIM!


O MILAGRE VERDADEIRO


O milagre verdadeiro é o que você celebra, que não fica no nível da sua alma, ultrapassa o entendimento humano e consolida seu espírito. O milagre verdadeiro é o que você glorifica a Deus, honra os princípios e sabe que a fonte dessa benção é o Céu. Esse milagre não fica no nível da sua mente, porque faz entender que procede do Espírito de Deus.


O MILAGRE FALSO


Existem coisas que acontecem na nossa vida que parecem bênção e não são, parecem um milagre, mas não é verdade. Existem pessoas vivendo com algumas situações, até dando glória a Deus, mas são sementes geradas fora do princípio. O milagre falso é o que você recebe, mas sabe que tem argumentos por trás, que não mantém você na alegria.


Quantas coisas aconteceram na sua vida, que você sabe, se não tiver intervenção divina não se tem motivos para celebrar. É um milagre que compromete o Nome do Senhor e tem glória dividida. “Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outro não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura.” (Isaías 42:8)


Muitos milagres chegarão na sua vida, em todas as áreas, e portas inimagináveis vão se abrir na sua direção. E para que sejam computados como milagres verdadeiros, você precisa dar glória ao Autor dos Milagres. Não segure a glória para você. Deveria ser inadmissível viver um milagre legítimo e segurar a glória para si, mas isso, infelizmente, acontece. Mas quanto a você, não esqueça de que o milagre não aconteceu por sua causa, aconteceu porque Deus é Bom e a Sua misericórdia dura para sempre.


Renê Terra Nova

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram