©2020 by Renê Terra Nova

Av. Coronel Teixeira, 5001, Ponta Negra, Manaus,

Amazonas - Brasil

Os servos relaxados


“Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue.” (Jeremias 48:10)


Seria faltoso de bênçãos os que sabem fazer a obra e não são producentes. Aquele que sabe fazer o bem e não faz é considerado homem sem sabedoria e comete pecado. “Mas agora vos gloriais em vossas presunções; toda a glória tal como esta é maligna. Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tiago 4:16,17). Nós que somos do Reino não temos alguns direitos, exemplo: Fazer o que der na telha. Somos servos, somos transformados para algo além das nossas interpretações e as vontades ficam zeradas diante da convocação de servir.


Nós que temos vivido na intensidade, não nos cabe negligência... Quando as fichas caem, nessa visão do Servir a Deus, somos mais consolidados. Agora, muitas vezes ficamos sem saber como nos comportar, e nos sentimos mal em ouvir o próprio Deus dizer: “Você está faltoso de milagre, faltoso de bênçãos, faltoso do meu favor", porque aqueles que são negligentes na obra do Senhor não desfrutam de milagres novos. É como se os Céus não estivessem aprovando o que estamos fazendo.


Somos SERVOS de um REI que é ‘O REI’, e isso faz toda a diferença. Às vezes, estamos nos sentindo cansados, e é pertinente que isso aconteça, mas não é salutar que paremos de conhecer quem é Deus e a sua Verdade. Prossiga! “Vinde, e tornemos ao Senhor, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele. Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Oséias 6:1-3). Se somos servos temos a obrigação em conhecer Aquele que nos comissionou para a Sua tão grande obra.


Não podemos ser negligentes! Deus exorta MOABE por não respeitar os benefícios que Ele fez e as obras efetuadas. O Senhor chama a atenção daquele povo, que é uma herança, mas foi gerado debaixo de maldição. A sentença veio sobre uma geração, mas o assunto é: “Não relaxem no Meu chamado!”, pois Deus quer redimir tanto a nós como aos nossos descendentes, e a forma vulgar com que tratamos a obra do Rei, ainda que estejamos funcionais para com Ele.


Quantos de nós somos rendidos ao louvor, à adoração, à palavra profetica sobre nossas cabeças, mas na hora de fazer a obra há negligência. O que diz o Senhor? “Não será abençoado os que produzem sem zelo a minha obra.” Eu quero ser ousado em proferir que seremos restituídos. Porém, você que sabe que existem áreas confiadas por Deus a você e que você faltoso de RESPONSABILIDADE, relaxou, então, o milagre não virá. Essa sua guerra tem uma espada manchada de sangue. “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue.” (Jeremias 48:10)


Renê Terra Nova

10 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram