top of page

Possuindo a mesma forma de pensar



“... completai a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.” (Filipenses 2:2) Vamos revelar os segredos dos pensamentos. Quem pode ignorar a obra da Cruz? Como podemos manter uma mente sã se conservamos a mesma maneira de pensar? Precisamos de transformação. Por isso, vamos conversar um pouco sobre como a mudança de mente é tão extraordinária, que até os neurocientistas admitem a elasticidade cerebral e a conhecida neuromodulação - uma nova maneira de ser reformatado. Está uma onda de hipnose... Algumas teses dizem quem são aqueles que podem ‘mexer’ nas pessoas, usar a técnica do sono, mudar o histórico, trazê-las para o plano real, mudando comportamentos e até mostrando que elas são capazes de esquecer o passado e ser transformadas. Não posso crer nessa tese! Na verdade, não creio! Pois, mexer com a alma – mente – humana não requer somente técnica, mas muita responsabilidade, porque cada ser humano é um universo diferente e precisa ser respeitado, acompanhado de forma responsável e, claro, com ferramentas que não tragam prejuízos futuros. Estudar o ser humano é fabuloso, porém, ultrapassar os limites da mente e manipular a alma humana é agressor. Agora, o que eu creio plenamente? O Calvário poderá trazer um resultado surpreendente, mudando radicalmente o ser humano, reprogramando a mente e gestando outra criatura. _“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (II Coríntios 5:17) _ A maneira de pensar padroniza meu modo de agir. Quando eu começo a raciocinar em linha com a Palavra, e me deixo ser conduzido pelos ensinos libertadores que ela me proporciona, começo a pensar de maneira adequada e me comportar como alguém que, de fato, conhece Jesus. As teses mais profundas e inteligentes sobre pessoas, que discutem o comportamento humano, nunca fecham, são inconclusas, pois esse ser, chamado homem, é tão fascinante que as academias de comportamento não conseguem diagnosticar, porque cada um funciona no seu universo particular. Assim como a mente de Deus é impenetrável, a mente humana consegue ter esse fascínio. São os segredos divinos. “Pois, quem conhece os pensamentos do ser humano, a não ser o espírito do homem que nele reside? Assim, igualmente ninguém conhece os pensamentos de Deus, a não ser o Espírito de Deus.” (I Coríntios 2:11) Deus tem uma mente que as pessoas não conseguiram entender, por isso, como o homem foi feito à Sua imagem e semelhança, os homens não conseguem colocar seus pensamentos reais, abrir o coração sem restrição diante de outra pessoa, sem ter a plena confiança de que não serão julgados, então, é como se eles se autorizassem para contar as suas verdades; isso é um território de confiança e não de manipulação. Em Deus, possuímos pensamentos altos e Romanos já dá as pistas de que assim como o homem não se deixa perceber, a mente do Senhor não pode ser diagnosticada pelos sábios do planeta.


“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Porque, quem compreendeu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém!” (Romanos 11:33) Somos insondáveis! Ninguém pode entrar no território da alma humana sem autorização prévia. Você sabe do que eu estou falando. Por isso, quando regenerados, podemos interpretar o que o outro está pensando, pois a ordem é para que tenhamos o mesmo modo de pensar e o mesmo modo de agir. Agimos como agimos, porque pensamos como pensamos.


“... completai a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.” (Filipenses 2:2).


Pelas nossas atitudes podemos interpretar como as pessoas estão raciocinando. Vamos moldar nossos pensamentos no raciocínio das Escrituras. Renê Terra Nova

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page