Querem tatuar o Evangelho de Cristo


Parte 1


“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.” (Efésios 1:13)


Vou polemizar com a consciência de que estarei contribuindo com esta geração. Aquilo que não está no espírito não serve na pele, e aquilo que está na pele, mas não está dentro, é resposta da alma. As pessoas quando vêm do mundo, trazem suas tatuagens na memória e muitas outras manchas na pele. Claro que o espírito do mundo macula tudo, desde a carne (sarkós), como vem inebriado o cognitivo. Para nos atualizarmos não precisamos beber do espírito do mundo. 1 Coríntios 2:12. “Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.13. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.14. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.15. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.16. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”


Escrevi uma tese para o doutorado que não foi publicado ainda: ABUSO EMOCIONAL, UMA TATUAGEM NA ALMA DA HUMANIDADE. Essa abordagem leva a Igreja a refletir que uma pessoa que põe um desenho na pele, “geralmente” tem uma mancha na alma. Toda regra tem exceção. Alguns copiam o mover do século, que provoca modelagens positivas ou negativas. Quando a questão da moda domina a Igreja, procuramos as formas mais esdrúxulas possíveis para justificar nossas condutas e, muitas vezes, violentando o Evangelho para uma desculpa de alma. Romanos 8:20. “Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,21. Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.22. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.23. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo”.


Como alguém deseja a redenção do seu próprio corpo, vai tratar com desdém o templo do Espírito? A Igreja em Éfeso era complicada, dali fluía muitas doutrinas e comportamentos sociais. Muita coisa estava na pele e pouca coisa no espírito. As pessoas eram adeptas a vários níveis de feitiçarias e idolatrais, o gnosticismo influenciava o povo da Igreja e muitos adotavam esses misticismos. (A Igreja em Éfeso estava marcada). Paulo traz uma metáfora para alertar a Igreja, ele utiliza o termo TIPÓS, ou seja, impressos, imprimido, marcado ou tipografado. Eu diria: Uma marca no espírito. “Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes “selados” (tipografados) com o Espírito Santo da promessa.” (Efésios 1:13)


Renê Terra Nova

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram