top of page

Reconhecendo Jesus


“E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (João 17:3)


Quando você reconhece quem é Jesus Ele se revela na Sua inteireza. Algumas pessoas passam a vida “servindo” a um Jesus e não desfrutam de quem Ele, de fato, é. A Igreja ensinou um Jesus religioso, um Jesus fora da Bíblia para tentar agradar fiéis sem compromisso, e acabou se comprometendo com quem não deseja o caráter de Cristo. Desejar Jesus é morrer com Ele, com o direito de, com Ele, ser ressuscitado. Se sofremos por Ele, estamos fazendo algo que, com certeza, teremos recompensa.


“Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.” (II Timóteo 2:10-13)


O plano é simples, mas não é fácil. Reconhecer Jesus é dar a Ele o direito de ser Senhor das nossas vidas e não é não permitir que Ele fique isento das nossas decisões. Alguns querem usar Seu nome, mas não querem que Ele use nosso nome – nossa vida. É uma tarefa “fácil” tomar a decisão de andar com Ele, mas tem as suas complicações adotar o estilo de vida dEle. Palmilhar nos territórios como filhos da luz e deixar Jesus brilhar em nós significa que nossas vidas perdem o sentido para nós mesmos para vivermos um propósito maior.


“E nisto sabemos que o conhecemos: Se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.” (I João 2:3-6)


Como eu reconheço Jesus? É fácil reconhecer Jesus na vida das pessoas, é só deixar ser usado por Ele, deixando que a vaidade da nossa própria identidade não nos consuma, pelas nossas atitudes e valores, todos que caminham conosco vejam que, de fato, o Senhor está governado nosso caráter. Muitos caminham até mesmo com amigos, e afrouxam o testemunho, outros pensam que estão em família (estamos nus no caráter). Podemos subestimar o nome e diminuir a responsabilidade que temos com Ele. Não estou falando de ser um religioso, mas não perdermos a intimidade com Ele porque negociamos nossa credibilidade com os outros. Já estive em rodas de amigos que precisei constrangidamente pedir perdão e sair, porque o ambiente saiu da esfera do testemunho, comportamento de ímpios, na linguagem e nas propostas. Jesus quando se faz conhecido em nós nos tornamos a credibilidade territorial. Você entende essa verdade?


Onde reconheceremos Jesus? No caráter daqueles que dizem que Ele é sua maior porção e sabem que Ele é a maior herança. _“Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo; não só por água, mas por água e por sangue. E o Espírito é o que testifica, porque o Espírito é a verdade. Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num.” (I João 5:5-8). Nos movemos por isso e vivemos para dar esse testemunho, fazer com que Jesus seja reconhecido em nós.


Renê Terra Nova

63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page