top of page

RESTAURANDO ISRAEL - Parte 16


“Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos.” (Isaías 66:8)


Na devocional anterior você viu que Deus tem ciúmes desse povo, e queria reconciliar Israel, mas a nação fugia dEle. O destino trágico da nação não foi traçado por Deus, foi a desobediência que gerou essas catástrofes. Israel preferiu outros deuses e a repreensão é dura: “Disse mais o SENHOR nos dias do rei Josias: Viste o que fez a rebelde Israel? Ela foi a todo o monte alto, e debaixo de toda a árvore verde, e ali andou prostituindo-se. E eu disse: Depois que fizer tudo isto, voltará para mim; mas não voltou; e viu isto a sua aleivosa irmã Judá. E vi que, por causa de tudo isto, por ter cometido adultério a rebelde Israel, a despedi, e lhe dei a sua carta de divórcio, que a aleivosa Judá, sua irmã, não temeu; mas se foi e, também, ela mesma se prostituiu. E sucedeu que pela fama da sua prostituição, contaminou a terra; porque adulterou com a pedra e com a madeira. E, contudo, apesar de tudo isso a sua aleivosa irmã Judá não voltou para mim de todo o seu coração, mas falsamente, diz o SENHOR. E o SENHOR me disse: Já a rebelde Israel mostrou-se mais justa do que a aleivosa Judá. Vai, pois, e apregoa estas palavras para o lado norte, e dize: Volta, ó rebelde Israel, diz o SENHOR, e não farei cair a minha ira sobre ti; porque misericordioso sou, diz o SENHOR, e não conservarei para sempre a minha ira. Somente reconhece a tua iniquidade, que transgrediste contra o SENHOR teu Deus; e estendeste os teus caminhos aos estranhos, debaixo de toda a árvore verde, e não deste ouvidos à minha voz, diz o SENHOR.” (Jeremias 3:6-13)


Tudo isso é para vermos o que o pecado da idolatria faz em uma nação e como destrói um povo. Nossa nação quando se curva a um Deus não tem a aprovação dos céus, Aquele que se assenta no Trono dá carta de divórcio. Os agravos no mundo espiritual são grandes quando negociamos quem somos e negamos o Nome dEle fazendo a rota da desobediência. Não há outro caminho a não ser ver a maldição nos assistindo. Não tem como um desobediente lograr êxito, pois os códigos de honra não podem ser efetivados se a rebeldia está no caráter do povo. Quem desobedece assina o sacrifício. É melhor obedecer do que sacrificar! “Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como iniquidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.” (1 Samuel 15:22,23)


Israel sofreu não porque era seu destino, mas porque escolheu rotas que mudaram a história deles enquanto povo de Deus. Não podemos servir a Deus com outras culturas no coração, desejando que a palavra seja alterada por causa do nosso comportamento empedernido. Não podemos servir a dois senhores! Esses são códigos básicos para quem tem um pouco de entendimento espiritual. Está escrito: “Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro.” (Mateus 6:24). Você pode celebrar por Israel ter voltado para casa? Celebre! Porque esse retorno é motivo de regozijo. Israel tem alcançado êxito nas suas batalhas por causa da misericórdia e da promessa do retorno. Foi o Senhor quem prometeu que a figueira voltaria a florescer e Israel voltaria para casa. E assim aconteceu porque o Senhor cumpre todas as Suas promessas.


44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page