Sou a Geografia do Pai (Parte 02)


“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Coríntios 3:16)


Uma obra só tem memória se for permanente, por isso que não podemos perder a visão da eternidade. Somos uma construção do Eterno! Quando Davi quis fazer propostas de habitações físicas para Deus, uma casa para o Eterno (2 Samuel 7), o Senhor fez uma contraproposta de viver nele, de ele, Davi, ser a construção preferida do Senhor e não uma tenda. Que espaço nós possuímos para que Deus possa morar dentro de nós? Somos uma ampla geografia, embora pequeninos, mas restaurados por Ele. E quem somos nós para nos tornarmos casa desejável do Eterno? Como pode um Deus tão glorioso e grandioso desejar viver na geografia espiritual de um ser humano, como eu e você? Ainda que pequenos, a questão é que somos nascidos de novo e regenerados por esse Deus bondoso. Eu diria que a humildade do Senhor, em nascer humanamente em uma manjedoura – Sukkar – e decidir viver dentro de nós, tabernáculo - geografia – é a maior prova do amor dEle em insistir conosco. Então, somos a proposta do Senhor, para eternizá-lO no reino do humano.