top of page

UMA NOVA ESTAÇÃO - Parte 24


“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” (Gálatas 6:7,8)


Acredito no poder da palavra: A quem muito é dado, muito lhe será cobrado, e ao mestre, será requerido mais do que aos outros ministérios. Como essas palavras são flechas certeiras no coração do homem que serve a Deus. Nem eu nem você escapamos, pois fomos chamados para doutrinar princípios e não ser doutrinados contra a cultura do Reino. Tudo se move pelo poder da Palavra, do ensino, das sementes plantadas, e isso é tão verdadeiro que discípulo é aluno e discipuladores são aqueles que ensinam. Não posso fazer discípulo se minha conduta não está condizente com o ensino do Mestre, ou farei seguidores que não conheçam o propósito. “Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo.” (Tiago 3:1)


Por que Jesus se tornou o desejado das nações? Pelo estilo de vida, pois decidiu sair do sistema dos homens e trouxe de volta os valores do Seu Reino. Quando Ele ensina que é chegado o Reino de Deus, está elucidando os princípios que não podem ser quebrados. A tradição O odiava, os religiosos O rejeitavam, os romanos O perseguiam e o povo O seguia. O que vale: Um sistema solitário ou um líder com uma multidão desejosa dos valores do Reino? Às vezes, para agradar as pessoas, entramos em labirintos que para sairmos só se um guia preparado nos tirar das rotas de morte. Quantos de nós, até mesmo por falta de percepção, estamos falando uma verdade e fazendo coisas que Jesus jamais aceitaria. Jesus foi em casamentos, nas Festas Bíblicas e nunca mencionou o desejo que celebrassem Seu aniversário, ao contrário, pediu que TODAS AS VEZES QUE NOS REUNÍSSEMOS NO SEU NOME, comêssemos e bebêssemos em Sua memória, celebrando a Sua MORTE e RESSUREIÇÃO. “Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.” (1 Coríntios 11:26)


Que aqui fique claro não sou contra celebração de aniversário, ao contrário, não existe uma nação que seja mais festeira que Israel, eles fazem festa para tudo, inclusive existem orações de gratidão para aniversários (Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech haolam, shehecheyánu vekiyemánu vehiguiánu lizman hazê – Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos deu vida, nos manteve e nos fez chegar até a presente época). Embora exista uma escola que contraria essa tese, não tem nada a ver com o Judaísmo e a Torah, mas com interpretação pessoal. Agora a intensificação desse sincretismo religioso, que rouba a glória de Jesus e dá para figuras estranhas e adereços pagãos, não devemos ser coniventes. Quanto à festa de Jesus, é em Tabernáculos, afinal, Ele nasceu lá e, claro, temos 7 dias de céus abertos para festejar. A celebração é completa: Nascimento, morte, ressureição e o apontar para a Sua parusia (Zacarias 14).


Não condenamos ninguém que não tenha a revelação, porque não são obrigados a pensaram na mesma caixa, porque não estamos cem por cento com a verdade. O absolutismo é o caminho mais curto para o fanatismo e a rota mais longa para encontrar o verdadeiro propósito. Estou falando aqui do equilíbrio, e já que fomos alcançados nessa revelação, pelo menos sermos remanescentes da visão que se aproxima das Festas Bíblicas, porque cada uma delas tem um portal aberto na nossa direção. Todos olham para o Calvário e dizem: “Mas, depois de Jesus, não precisamos mais das festas?”. Então, esse engano permeou minha mente por muito tempo, até eu entender que não se trata de uma festa somente, mas de estar na legalidade para desfrutar dos milagres que cada uma dessas festas representa, inclusive a Festa de Hanukah, que mostra uma batalha travada e uma vitória estabelecida, e Jesus estava lá e “revelou” ser o Messias que faz milagres em todo tempo (João 10:22-39). E como eu creio nos milagres que ainda serão concretizados nesse ciclo, essas sementes de fé precisam ser plantadas para que não tenhamos uma colheita de frustração.



 

SOBRE O DECRETO


Lembre-se que um decreto, para ser executado, precisa ser confessado. Eu o confesso todos os dias. E você?


DECRETO DEZEMBRO – Vai se cumprir


Assim como soprei hálito novo, como o Hermom não deixa de liberar sua brisa da colheita, lhes darei ainda colheitas surpreendentes e farei milagres extraordinários. Todos verão que não os abandonei nem deixei o opróbrio no território dos santos. Lhes darei prosperidade extensa, saberão que sou Eu quem supro os Meus filhos. LEIA Isaías 45:2,3.



M12


Deus tem sido muito Bom conosco e mostrado Sua grandeza neste tempo de prova. Quem adotou o M12 está com o crescimento garantido! #EuSouM12



TABERNÁCULO 2023


Temos novidades tremendas. Faço contato! LINSÔAH (11) 96428-9293.



PORTO SEGURO


Existem algumas promoções para esse tempo. O Congresso será no Axé Moi e teremos grandes novidades. Você já fez sua inscrição? https://www.mironline.com.br/resgatedanacao2023



HONRA


Um princípio que, depois de exercido, nos dará direito de até os céus nos defenderem. Lembram da conversa de Deus com Caim? Qual o assunto? Proceda bem que você será aceito!


Gratidão por investir na minha chamada!


PIX: primiciasap@gmail.com


Renê Terra Nova

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page